sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Confraternização

Tradicional almoço de fim de ano do MDA reúne advocacia

Local do encontro foi o clube Harmonia, em São Paulo.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Reuniram-se na última sexta-feira, 7, diversas lideranças da advocacia para o tradicional almoço de fim de ano do MDA - Movimento de Defesa da Advocacia.

O local do encontro foi o clube Harmonia, em São Paulo, com a presença dos conselheiros do MDA, ex-presidentes da AASP, IASP e OAB/SP, entre outros.

O presidente da entidade, Marcelo Knopfelmacher, abriu a rodada de discursos pontuando a necessidade de união da advocacia para enfrentamento de questões urgentes à classe, como a aplicação da lei de lavagem de dinheiro aos advogados, a implantação do processo eletrônico na Justiça de SP e a mitigação do tempo de sustentação oral dos advogados: "Cinco minutos não é nem o prazo que um pai concede para o filho arrumar o quarto. Como defender um cidadão nesse tempo?", alertou.

Logo após, Rodrigo Monteiro de Castro, diretor financeiro do MDA, lembrou a luta de uma década da entidade na defesa intransigente da advocacia.

Fabio Delmanto, presidente da Comissão de Assuntos Penais da entidade, informou que o MDA atua como amicus curie na ação que discute o assenso privilegiado do MP ao lado do juiz e mostrou preocupação quanto ao fim do HC substitutivo, relatando a ideia do advogado e colunista migalheiro Antônio Claudio Mariz de Oliveira, de ir ao Supremo conversar a respeito de uma possível negociação para abrir as portas do HC substitutivo quando o réu estiver presou ou na iminência de sê-lo.

___________

____________

Fotos : Sylvia Gosztonyi

____________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 13/12/2012 10:13