quinta-feira, 26 de novembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Reunião

Em encontro, OAB/SP aponta PJe como desafio imediato da classe

Para a CAASP, o próximo passo é ampliar as possibilidades de atendimento das demandas regionais e dar condições para o advogado lidar com a realidade da era digital na advocacia.

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Em encontro que reuniu 218 presidentes de subsecções da OAB/SP na última sexta-feira em SP, o presidente da Ordem bandeirante, Marcos da Costa, apontou como desafios imediatos da classe a implantação do PJe no Estado e a redução no horário dos fóruns estaduais. Entre as preocupações dos diretores subseccionais, estão a demora no pagamento de certidões pelo convênio de assistência judiciária e a fase pré-processual que não inclui os advogados nos centros de conciliação do TJ/SP.

Para Costa, os avanços da justiça que implicam no uso da tecnologia são importantes, mas foi necessário fixar data na capital e interior para que os novos processos tramitem somente de forma eletrônica. "Queremos que o advogado possa militar, cumprindo sua função institucional de ser instrumento de justiça", comentou.

O presidente reeleito da CAASP - Caixa de Assistência do Advogado, Fábio Romeu Canton Filho, explicou que a Caixa, ao longo do último triênio, conseguiu concluir a etapa de extensão física para todas as 226 Subseções em todo o Estado, tendo como próximo passo o objetivo de ampliar as possibilidades de atendimento das demandas regionais. Segundo ele, "o poder de negociação para formar parcerias que resultam em benefícios para os advogados é grande".

Canton Filho deu como exemplo parcerias com fabricantes de computadores, pelas quais os advogados têm desconto para a aquisição dos equipamentos. "Precisamos dar condições para o advogado saber lidar com a realidade da era digital na advocacia", lembrou.

Participaram ainda do encontro o membro nato da OAB e diretor a ESA - Escola Superior da Advocacia, Rubens Approbato Machado, e o conselheiro Federal Luiz Flávio Borges D'Urso. D'Urso ressaltou que levará ao Conselho a luta de SP por eleições diretas para a diretoria da OAB nacional. Ele pretende promover uma "representação mais igualitária, dando a advocacia paulista um espaço maior dentro do Conselho Federal".

Curso profissionalizante

Machado revelou que a ESA irá criar o primeiro curso profissionalizante de advocacia com a USP e que o prédio da OAB na Praça da Sé abrigará a escola, depois que a seccional se mudar para o novo prédio. "A ESA é a escola de advocacia mais importante do país. Nossos cursos de extensão e especialização são reconhecidos pelo Conselho Estadual de Educação e nossa missão é promover o aperfeiçoamento profissional e cultural dos advogados", explicou.

__________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 29/1/2013 08:07