terça-feira, 1 de dezembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Grupo de trabalho

CNJ vai propor alterações na promoção de magistrados por merecimento

O grupo, composto por oito magistrados, será coordenado pelo conselheiro Guilherme Calmon.

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

O CNJ publicou a portaria 170/13, que institui grupo de trabalho para realização de estudos e apresentação de propostas para o aperfeiçoamento da resolução 106/10, que dispõe sobre os critérios objetivos para aferição do merecimento para promoção de magistrados e acesso aos tribunais de 2º grau.

O grupo será coordenado pelo conselheiro Guilherme Calmon e ficará subordinado à Comissão Permanente de Eficiência Operacional e Gestão de Pessoas.

Entre as atribuições do grupo estão a de realizar um estudo sobre os principais problemas enfrentados pelos tribunais na aplicação das regras previstas na resolução e analisar os procedimentos de impugnação recebidos pelo CNJ relativos a processos de merecimento.

Além do conselheiro Guilherme Calmon, farão parte do grupo de trabalho o desembargador do TJ/RS, Diógenes Vicente Hassan Ribeiro, o desembargador do TRF da 2ª região, Abel Fernandes Gomes, o desembargador do TRT 10ª região, Alexandre Nery de Oliveira, o juiz do TJ/SP, Gilson Delgado Miranda, o juiz do TRF da 3ª região, Décio Gabriel Gimenez, o juiz do TRT da 15ª região, Guilherme Guimarães Feliciano, e o juiz auxiliar da presidência do CNJ, Clenio Schulze.

De acordo com a portaria, o grupo terá prazo de 12 meses para apresentar o relatório final e as propostas de alteração da resolução 106, que poderão ser submetidas ao plenário do CNJ.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 26/9/2013 15:31