terça-feira, 1 de dezembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Espionagem

Gigantes da tecnologia pedem ao governo americano reforma no sistema de vigilância

O grupo de empresas também criou um site chamado Reform Government Surveillance para expor os princípios do movimento.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

As empresas Google, Microsoft, Apple, Facebook, Twitter, LinkedIn, Yahoo e AOL enviaram uma carta ao presidente dos EUA, Barack Obama, e ao Congresso norte-americano pedindo que seja feita uma reforma no sistema de vigilância. Na carta, as companhias dizem entender a necessidade dos governos protegerem a segurança de seus cidadãos, mas acreditam que as leis e práticas atuais precisam de reformas.

O grupo de empresas também criou o site "Reform Government Surveillance" para expor os princípios do movimento, além de pedir maior transparência em relação aos pedidos de informações de usuários. A campanha das empresas detalha cinco preocupações principais, incluindo a limitação ao poder dos governos em coletar informações de usuários, transparência sobre solicitações governamentais e a prevenção a conflitos entre governos.

Documentos que revelam a espionagem da Agência de Segurança Nacional dos EUA a grandes empresas de tecnologia foram vazados pelo ex-técnico de inteligência Edward Snowden.

Confira a íntegra da carta.

___________

An open letter to Washington

Dear Mr. President and Members of Congress,
We understand that governments have a duty to protect their citizens. But this summer's revelations highlighted the urgent need to reform government surveillance practices worldwide. The balance in many countries has tipped too far in favor of the state and away from the rights of the individual - rights that are enshrined in our Constitution. This undermines the freedoms we all cherish. It's time for a change.

For our part, we are focused on keeping users' data secure - deploying the latest encryption technology to prevent unauthorized surveillance on our networks and by pushing back on government requests to ensure that they are legal and reasonable in scope.

We urge the US to take the lead and make reforms that ensure that government surveillance efforts are clearly restricted by law, proportionate to the risks, transparent and subject to independent oversight. To see the full set of principles we support, visit ReformGovernmentSurveillance.com
Sincerely,

AOL, Apple, Facebook, Google, LinkedIn, Microsoft, Twitter, Yahoo

___________

A carta foi publicada no jornal The New York Times desta segunda-feira, 9.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 9/12/2013 11:56

LEIA MAIS