domingo, 29 de novembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Mensalão

Pedro Henry poderá trabalhar em hospital de Cuiabá

Ex-deputado não poderá frequentar lugares inapropriados nem portar armas e ingerir bebidas alcoólicas.

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

O juiz Geraldo Fernandes Fidelis Neto, da 2ª vara Criminal de Cuiabá/MT, autorizou o ex-deputado Federal Pedro Henry, condenado no processo do mensalão (AP 470), a trabalhar no Hospital Santa Rosa, na capital mato-grossense, das 7h às 17h.

O ex-parlamentar recebeu pena de 7 anos e 2 meses de reclusão em regime semiaberto, mais multa de R$ 932 mil, pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Ele está preso na Polinter - Penitenciária Central do Estado.

Pela decisão do magistrado, Henry deverá ficar no presídio das 19h às 6h de segunda a sexta-feira. Aos sábados, o recolhimento será às 14h. A saída da penitenciária não será permitida aos domingos e feriados, exceto por motivo de trabalho.

O ex-deputado não poderá frequentar lugares inapropriados, como casas de prostituição e casas de jogos, nem portar armas e ingerir bebidas alcoólicas.. Além disso, ele terá que usar tornozeleira eletrônica para monitoração e deverá comprovar sua ocupação.

  • Processo: 23973-21.2013.811.0042

Veja a íntegra do termo de audiência admonitória.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 9/1/2014 09:16