domingo, 29 de novembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Decisão

Transação penal coloca fim a ação que discutia ofensas em livro sobre Tancredo Neves

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

O escritor Luis Mir, autor do livro "O Paciente - O caso Tancredo Neves", e o médico Gilnei Godoi, que atendeu Tancredo às vésperas de sua morte, encerraram ação penal que discutia supostas ofensas ao médico na obra.

Levando em conta a aceitação da proposta de transação penal, o juiz de Direito substituto Marco Antônio da Costa, do JECrim de Brasília/DF, determinou que o escritor prestasse 30 horas de serviços à comunidade.

O médico Gilnei Godoi Guimarães questionava parte do livro que atribuiu a ele a prática de "diagnóstico equivocado" em relação à Tancredo.

Os advogados Renato Lôbo Guimarães e Raniele Fátima da Silva, do escritório Caldeira, Lôbo e Ottoni Advogados Associados, representaram o médico no processo.

Veja a íntegra da sentença.

____________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 27/1/2014 09:25