sábado, 24 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Lava Jato

HC preventivo pede que Lula não seja preso na operação Lava Jato

HC foi impetrado por um cidadão, sem conhecimento do ex-presidente.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Um cidadão impetrou nesta quarta-feira, 25, um HC preventivo pedindo que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não seja preso na operação Lava Jato. O HC foi impetrado no TRF da 4ª região, sem o conhecimento de Lula.

O Instituto Lula divulgou nota afirmando que a iniciativa não partiu do ex-presidente, nem foi autorizada por ele, e ressaltou que já instruiu seus advogados para que ingressem nos autos e requeiram expressamente o não conhecimento do habeas corpus. Veja a íntegra:

"Esclarecemos que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não entrou com o pedido dehabeas corpus impetrado em Curitiba, no dia 24/6/2015. Lembramos que esse tipo de ação pode ser feito por qualquer cidadão. Fomos informados pela imprensa da existência do Habeas Corpus e não sabemos no momento se esse ato foi feito por algum provocador para gerar um factóide. O ex-presidente já instruiu seus advogados para que ingressem nos autos e requeiram expressamente o não conhecimento do habeas corpus."

O autor do HC, Maurício Thomaz, tem histórico em ações a favor de terceiros, sem que eles saibam. Durante o processo do mensalão, por exemplo, ele impetrou HC em favor de Simone Vasconcelos, Kátia Rabello, Cristiano Paz, Marcos Valério, Vinícius Samarane e Roberto Jefferson. Thomaz já entrou com ações a favor do jornalista Diogo Mainardi e que, em março de 2014, encaminhou ao Senado uma representação contra os ministros do STF pelo julgamento do mensalão. Ao G1, Thomaz afirmou que a ideia de habeas corpus por Lula surgiu de papo com amigo.

  • Processo: HC 5023661-46.2015.4.04.0000

_____________


Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 25/6/2015 14:53