terça-feira, 24 de novembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Advogado José Yunes pede demissão do cargo de assessor especial da presidência

Veja a íntegra da carta entregue a Michel Temer.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

O advogado José Yunes deixou o cargo de assessor da Presidência da República nesta terça-feira, 13. Em carta enviada a Michel Temer, ele afirma que viu seu nome ser "jogado no lamaçal de uma abjeta delação".

Na missiva, Yunes ressalta a amizade com Michel Temer, que nasce nos bancos acadêmicos do Largo S. Francisco há mais de cinco décadas. E, de fato, ambos são antigos alunos das Arcadas, tendo sido contemporâneos na década de 1960: José Yunes é da turma de 1961, enquanto Michel Temer é da turma de 1963.

Veja abaixo:

Exmo.Sr. Dr. Michel Temer DD Presidente da Repu'blica Pala'cio do Planalto

Brasi'lia - DF

Caro Presidente

Movido pelo alto interesse em dedicar meu tempo a` causa da Nac¸a~o, depois de ter vivido fe'rtil passagem pela vida poli'tico-partida'ria, nas jornadas ci'vicas das de'cadas de 70/80, aceitei convite de Vossa Excele^ncia para assessora'-lo no Planalto, oportunidade em que passei a conviver com experientes e altos quadros do meu partido, PMDB.

Seria uma honra ajudar o amigo de 50 anos a colocar o pai's nos trilhos, apo's a hecatombe que arrasou a economia, proporcionando a maior recessa~o de toda a nossa histo'ria, jogando milho~es de pessoas nas ondas perversas do desemprego, minando a confianc¸a de brasileiras e brasileiros de todas as classes em governantes e instituic¸o~es.

Nos u'ltimos dias, Senhor Presidente, vi meu nome jogado no lamac¸al de uma abjeta delac¸a~o, feita por uma pessoa que na~o conhec¸o, com quem nunca travei relacionamento e cuja existe^ncia passei a tomar conhecimento por meio de fantasioso registro nos meios de comunicac¸a~o, pela qual teria eu recebido parcela de recursos financeiros em espe'cie de uma doac¸a~o destinada ao PMDB.

Repilo com a forc¸a de minha indignac¸a~o essa ignominiosa versa~o.

Como advogado e pai de fami'lia, que zela pelo dever de agir como cidada~o sob os valores da honra e do zelo pela expressa~o da verdade, em respeito a` minha fami'lia e aos amigos, na~o posso ver meu nome enxovalhado por irresponsa'veis denu'ncias de figurantes com quem nunca, nunca, repito, travei conhecimento.

Para preservar minha dignidade e manter a acesa a chama ci'vica que me faz acreditar nos imensos potenciais de meu pai's, declino, Senhor Presidente, do honroso cargo de assessor da Preside^ncia, sem, pore'm, abdicar da admirac¸a~o e da amizade que nos une desde os hero'icos tempos nas Arcadas do Largo de Sa~o Francisco. Tenha em mim o leal amigo que o acompanha ha' 5 de'cadas e que o admira por suas incompara'veis qualidades, entre as quais, o equili'brio, a capacidade de harmonizar os contra'rios, a sapie^ncia, o respeito pelo outro, a determinac¸a~o de fazer as grandes reformas que o pai's exige e a vontade fe'rrea de pacificar a Nac¸a~o.

SA~O PAULO, 13 DE DEZEMBRO DE 2016

Jose' Yunes
Advogado

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 14/12/2016 13:41