terça-feira, 1 de dezembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Promoção

Resultado do sorteio da obra "Grandes Crimes"

A história de um país é também feita dos crimes cometidos por seus cidadãos e que provocaram forte impacto na opinião pública, quando não nos próprios rumos da nação.

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Os segredos mais bem guardados de 12 crimes com grande repercussão nacional têm os detalhes revelados no livro "Grandes Crimes" (Três Estrelas - 287p.), organizado por Pierre Moreau. A obra será lançada no próximo dia 28, durante a 15ª FLIP em Paraty/RJ, na Casa Folha (rua do Comércio, 8), às 15h.

Nesse livro, 12 importantes advogados e juristas brasileiros recontam alguns dos principais crimes ocorridos no Brasil desde o início do século XX até os dias atuais. São atentados políticos, como o do Riocentro, ou homicídios de grande repercussão midiática, como o da atriz Daniella Perez. São crimes de racismo, de canibalismo ou de natureza passional, como o assassinato de Ângela Diniz por Doca Street, cujo julgamento mudou para sempre o modo como o direito brasileiro entende a liberdade da mulher.

Os episódios de "Grandes Crimes" são apresentados pelos advogados e juristas em emocionantes narrativas que, sem se desviarem dos fatos, lançam sobre eles um novo olhar, em que a dimensão trágica dos eventos é observada à luz conscienciosa do Direito.

A obra coletiva apresenta textos de Alice Luz, Antônio Claudio Mariz de Oliveira, Arnaldo Malheiros Filho, Celso Lafer, Eduardo Muylaert, Eros Roberto Grau, José Alexandre Tavares Guerreiro, José Paulo Cavalcanti Filho, José Renato Nalini, Luiza Nagib Eluf e René Ariel Dotti.

Casos e autores:

Doutor Smith: Por Arnaldo Malheiros Filho, criminalista e professor de Direito Penal, representou políticos e empresários em grandes casos de repercussão nacional, in memoriam.

Imigrações, mortes e malas: Por Antônio Claudio Mariz de Oliveira, criminalista, mestre em Direito Processual, presidente da OAB/SP (1987-91), atuou como secretário da Justiça (90) e de Segurança Pública de São Paulo (90/91).

Os crimes dos dois Euclides: Por Eros Roberto Grau, ministro do STF (04-11), doutor e livre docente pela USP, doutor honoris causa em diversas universidades e membro da Academia Paulista de Letras.

Os três canibais: Por José Paulo Cavalcanti Filho, jurista, ex-secretário-Geral do Ministério da Justiça, ex-presidente do Cade, consultou da Unesco e do Banco Mundial.

Choque emotivo na província: Por José Renato Nalini, jurista, desembargador aposentado e ex-presidente do TJ/SP, atual secretário de Educação do estado de SP.

Madrugada de agosto: Por José Alexandre Tavares Guerreiro, mestre e doutor em Direito Comercial pela USP, membro do Instituto Brasileiro de Direito Comercial Comparado e árbitro da Câmara Brasil-Canadá.

O assassinato do deputado Rubens Paiva: Por Pierre Moreau, sócio fundador do Moreau Advogados e da Casa do Saber. Membro do Conselho do Insper e professor visitante da Universitat St Gallen-CH.

Doca Street: o preço do machismo: Por René Ariel Dotti, professor de Direito Penal da UFPR, ex-presidente do Conselho Nacional da Política Criminal e Penitenciária, ex-magistrado do TRE do PR e coautor de anteprojetos de lei.

Investigação sobre o atentado do Riocentro: Por Eduardo Muylaert, membro do Instituto Brasileiro de Direito Constitucional, ex-secretário da Justiça e da Segurança Pública do estado de SP, ex-juiz do TRE de SP.

O assassinato de Daniela Perez: Por Alice Luz, criminalista especializada em Direito Penal Econômico, sócia do IBCCRIM - Instituto Brasileiro de Ciências Criminais e do IDDD - Instituto de Defesa do Direito de Defesa.

O caso PC Farias: Por Luiza Nagib Eluf, procuradora de Justiça do Ministério Público Paulista, ex-secretária dos Direitos da Cidadania do Ministério da Justiça e integrante da Academia Brasileira de Direito Criminal.

O caso Ellwanger: Por Celso Lafer, jurista, ex-ministro das Relações Exteriores, doutor honoris causa em diversas universidades e membro da Academia Brasileira de Letras.

Sobre o organizador:

Pierre Moreau é advogado, membro do Conselho do Insper e professor visitante da Universitat St Gallen-CH.

_________

Ganhadores:

Marizete Miranda de Souza, de Colombo/PR;

Larissa Silva de Souza, de São Leopoldo/RS; e

Igor Ronchi Tinós, de Presidente Bernardes/SP

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 18/7/2017 09:42