sexta-feira, 27 de novembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

HC

Jacob Barata continuará respondendo processo em liberdade

TRF da 2ª região reconheceu que decisão do ministro Gilmar Mendes pela soltura deve prevalecer.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Em julgamento de mérito, a 1ª turma Especializada do TRF da 2ª região negou nesta quarta-feira, 20, pedido de habeas corpus apresentado pela defesa do empresário Jacob Barata, mas reconheceu, contudo, que a decisão só produzirá efeitos se, eventualmente, a liminar concedida pelo ministro Gilmar Mendes, for suspensa pelo próprio Supremo. Em agosto, o ministro determinou prisão preventiva de Barata fosse substituída por medidas cautelares.

Jacob foi preso pela PF em 2 de julho no Aeroporto Internacional Tom Jobim quando estava prestes a embarcar para Lisboa, em uma viagem de negócios.

No STF, o ministro Gilmar Mendes acolheu os argumentos da defesa do empresário de que a viagem era uma tentativa de fuga.Diferentemente do que amplamente divulgado, Jacob tinha sim passagem de volta comprada para o dia 12/7, e possui um consistente histórico de viagens ao exterior, notadamente a Portugal, onde mantém vários negócios.

Segundo os advogados, Jacob possui residência fixa, é primário e possui bons antecedentes. Nesse sentido, preenche todos os requisitos para que possa responder ao processo em liberdade.

 

 

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 20/9/2017 16:41