segunda-feira, 30 de novembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Moraes x A Força do Querer

Alexandre de Moraes discute novela com internautas do Twitter

Ministro do STF acusa A Força do Querer de "glamourizar" o tráfico de drogas

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

O ministro do STF Alexandre de Moraes usou sua conta no Twitter para criticar, na madrugada deste domingo, 22, a abordagem sobre tráfico de drogas na novela "A Força do Querer", da Rede Globo.

Na novela de Glória Perez, um dos maiores sucessos recentes de audiência da TV Globo, a atriz Juliana Paes interpretou Bibi Perigosa, a mulher de um traficante. A trama é baseada em fatos reais.

"Vocês concordam com o glamour do tráfico de drogas, banhado a sangue contra o trabalho sério do povo brasileiro?", questionou Moraes na rede social.

Um internauta criticou a postura de Moraes nas redes sociais e afirmou que "jogar com as paixões populares sobre um ou outro crime não é papel de ministro do STF".

Bate-boca

As críticas à novela tiveram início em palestra ministrada por Moraes na sexta-feira, 20, em São Paulo. Na EPM - Escola Paulista de Magistratura, o ministro falou sobre a abordagem ao tráfico feita na novela.

Reagindo à declaração feita na palestra, o jornalista Josias de Souza, do Blog do Josias, na UOL, publicou texto criticando Moraes. Intitulado "Ministro critica novela, mas no STF é muito pior", o jornalista lembrou julgamento sobre a limitação da abrangência do foro privilegiado, em que Moraes pediu vista. Criticou também voto de Moraes "a favor da tese que desaguou na restituição do mandato a Aécio".

Minutos antes de falar sobre o glamour do tráfico no twitter, Alexandre de Moraes fez críticas ao texto de Josias. "É fácil criticar sem conhecer a realidade".

Post também resultou em discussão com os leitores do mini blog.

O bate-boca gerou novo texto de Josias, "Blog não discutirá com Moraes, um especialista!". No primeiro parágrafo, o blogueiro diz: "Os ministros do Supremo, como se sabe, estão sentados do lado direito de Deus. Neste domingo, entretanto, Alexandre de Moraes desceu ao purgatório do Twitter para responder a um post veiculado aqui na última sexta-feira." Em tréplica, Josias diz que "Moraes foi apresentado à realidade das redes sociais. Descobriu da pior maneira que todos são iguais perante as leis da internet".

Contra o tráfico

Antes de se tornar ministro do STF, Moraes foi secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo no governo Geraldo Alckmin e ministro da Justiça no governo de Michel Temer. Moraes já foi filmado com um facão em mãos cortando pés de maconha no Paraguai.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 23/10/2017 09:15