terça-feira, 27 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Literatura

Luís Roberto Barroso - "A Tragédia de Júlio César: Amor, Ideal e Traição"

Texto do ministro sobre obra de Shakespeare foi publicado na Revista Internacional de Direito e Literatura.

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

"A vida boa envolve o equilíbrio entre amor, idealismo e interesses próprios. (...) O mal não é fonte do bem. Por melhores que sejam as intenções."

O ministro Luís Roberto Barroso demonstra ao público o gosto pela literatura no texto "A Tragédia de Júlio César: Amor, Ideal e Traição", publicado no livro "Ele, Shakespeare, Visto por Nós Advogados", coordenado por José Roberto Castro Neves.

O artigo foi publicado na Revista Internacional de Direito e Literatura (Anamorphosis) e reproduz brevemente o enredo da peça de William Shakespeare, com reflexões sobre o poder e os comportamentos humanos na antevéspera do fim da República romana.

O texto, na verdade, retrata a tragédia de Brutus, que movido por idealismo e pelo ímpeto de proteger a República, traiu César e participou da conspiração para matá-lo. O artigo termina com considerações sobre amor, ideal e traição.

Conforme o próprio ministro Barroso, ao longo do texto, "Shakespeare exibe sua fina compreensão da vida e da condição humana, na sua grandeza e miséria". Nesse sentido, destaca S. Exa. as seguintes percepções: a multidão é volúvel; a ingratidão é da natureza humana; como se livrar da tirania; a covardia; a virtude não escapa da inveja; o bem e o mal; paixões desordenadas geram injustiça; os poderosos desconfiam dos intelectuais.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 22/1/2018 08:00

LEIA MAIS