terça-feira, 27 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Alckmin terá mais tempo de propaganda eleitoral no rádio e na TV do que Lula

X

sexta-feira, 14 de julho de 2006

 

23 minutos

 

Alckmin terá mais tempo de propaganda eleitoral no rádio e na TV do que Lula

 

O tucano Geraldo Alckmin terá 23 minutos a mais do que o seu principal adversário, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em cada semana de propaganda eleitoral no rádio e na TV. Ontem, o TSE definiu a divisão do tempo a que cada candidato à Presidência tem direito, adotando uma interpretação que é mais benéfica a Alckmin.

 

As propagandas dos presidenciáveis irão ao ar em dois programas de 25 minutos cada um, às terças, às quintas e aos sábados. Eles também dividirão seis minutos diários de inserções, nos 45 dias de campanha eleitoral.

 

Nos blocos de 25 minutos, Alckmin ocupará 10 minutos e 22 segundos. Já Lula terá 7 minutos e 21 segundos.

 

Nas inserções, o tucano terá 2 minutos e 29 segundos por dia contra 1 minuto e 46 segundos de Lula.

 

O TSE decidiu levar em conta, na divisão do tempo, a bancada de deputados federais eleita em outubro de 2002, e não a da posse, interpretação adotada até a eleição passada. O cálculo antigo prejudicaria Alckmin, pois PSDB e PFL perderam 16 deputados entre a eleição e a posse. Já PT e PC do B só perderam um.

 

"Me parece o mais lógico. Do contrário, o partido vira barriga de aluguel", defendeu ontem o ministro José Gerardo Grossi. A princípio, o PT não deve recorrer para tentar reverter a decisão.

 

Juntos, Lula e Alckmin terão mais do que o dobro do tempo de todos os candidatos reunidos. Cristovam Buarque (PDT) é o terceiro com mais tempo de rádio e TV. Ele terá, a cada semana, 18 minutos e 25 segundos.

 

Logo depois, empatados, estão Luciano Bivar (PSL) e José Maria Eymael (PSDC) que terão a cada semana 9 minutos e 36 segundos. Por último, também empatados, estão a Heloísa Helena (PSOL) e Rui Costa Pimenta (PCO). Eles terão 9 minutos e 9 segundos por semana.

_____________

 

 

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 14/7/2006 08:46