quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

Migalhas

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

TJ/PA: Vaga decorrente da saída de desembargadora é declarada aberta em sessão plenária

X

quinta-feira, 20 de julho de 2006

  

Aposentadoria

 

TJ/PA: Vaga decorrente da saída de desembargadora é declarada aberta em sessão plenária

 

A desembargadora Maria do Céu Cabral Duarte, que integrava a 1ª Câmara Cível Isolada, aposentou-se, a pedido, após 46 anos de prestação de serviço público, 36 deles na magistratura. A portaria da aposentadoria foi publicada no Diário da Justiça, edição de ontem. Em sessão do Pleno do TJ do Estado, também ocorrida ontem, a vaga decorrente da saída da desembargadora foi declarada aberta, e deverá ser preenchida por antiguidade. A mais antiga magistrada da capital é a juíza Maria do Carmo Araújo da Silva, que terá seu nome submetido à votação em sessão do Pleno.

 

Maria do Céu estava em gozo de licença e participa de um curso na Escola Superior de Guerra, do Exército, no Rio de Janeiro. Ela ingressou na magistratura em janeiro de 1969, após classificação em concurso público, sendo lotada na Comarca de Monte Alegre, removida posteriormente para a de Capanema. Em novembro de 1982, foi promovida para a segunda entrância, assumindo a comarca de Santa Izabel do Pará. Em junho de 1983, em nova promoção, chegou à Comarca de Belém, onde atuou em varas cíveis e penais e respondeu pela Diretoria do Fórum Cível. A magistrada ascendeu ao desembargo em novembro de 2000.

__________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 20/7/2006 08:41