quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Falecimento

Morre aos 92 anos o ministro aposentado do TST Marcelo Pimentel

Velório será no sábado, 5, no TST.

sexta-feira, 4 de maio de 2018

Morreu nesta quinta-feira, 3, aos 92 anos, o ministro aposentado do TST Marcelo Pimentel. O magistrado deixa a mulher, Eliana, dois filhos, Sérgio e Patrícia, e netos.

"Meu desejo e minha esperança é que, a partir da Constituição brasileira, não queiramos recriar o Brasil. Precisamos é libertá-lo do clientelismo, da corrupção, da demagogia."

Nascido em Vitória, no Espírito Santo, em 13 de setembro de 1925, Marcelo Pimentel graduou-se em 1949 na então Faculdade de Direito do Rio de Janeiro, hoje pertencente à UERJ - Universidade do Estado do RJ.

Como oficial de gabinete trabalhou com os ministros da Justiça Tancredo Neves, Marcondes Filho, Menezes Pimentel e Nereu Ramos. Foi consultor jurídico do Ministério do Trabalho e Previdência por 18 anos, até ser nomeado ministro do TST.

Presidiu a 2ª turma do TST por mais de cinco anos. Tornou-se corregedor-Geral da Justiça do Trabalho em 1982, permanecendo no cargo até 1984, quando passou a exercer a Vice-Presidência do TST. De 1986 a 1988 foi presidente do Tribunal.

Ele também era jornalista e foi presidente do Conselho Editorial dos Diários Associados. Aposentou-se do TST em maio de 1994 e, a partir de então, passou a advogar em Brasília.
Ao longo da vida, o ministro aposentado foi homenageado com diversas condecorações, entre elas a Grã-Cruz da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho e a Grã-Cruz da Ordem do Mérito do Trabalho. Por seu trabalho, também foi nomeado pela Presidência da República para participar da Comissão Constitucional do Centenário da República em 1988 e da Comissão do Bicentenário de Tiradente, em 1992.

Velório

O velório do ministro Marcelo Pimentel será na manhã deste sábado, 5 no saguão do bloco B do TST, a partir das 10h. De acordo com a família, o corpo será cremado.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 4/5/2018 12:57