quarta-feira, 28 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Disque denúncia eleitoral começa a funcionar em São Paulo

terça-feira, 1 de agosto de 2006

 

Parceria

 

Disque denúncia eleitoral começa a funcionar em São Paulo

 

São Paulo passou a contar, a partir de ontem (31/7), com atendimento gratuito de Disque Denúncia Eleitoral. O serviço (0800-600-7400) é fruto da parceria entre o PNBE (Pensamento Nacional das Bases Empresariais) e o Ministério Público de São Paulo.

 

As denúncias recebidas serão encaminhadas ao Ministério Público, que deverá remetê-las aos Promotores de JE que detenham atribuições para atuar nos casos concretos, ou mesmo, quando necessário, à Procuradoria Regional Eleitoral.

 

"O objetivo é combater as irregularidades que possam acontecer no processo eleitoral, especialmente as que tratam da propaganda eleitoral e do exercício abusivo do poder político e econômico dos candidatos", explica o Procurador-Geral de Justiça de São Paulo, Rodrigo Pinho. Para ele, o serviço será um excelente aliado dos Promotores de Justiça na fiscalização dos candidatos.

 

Já o coordenador geral do PNBE, José Roberto Romeu Roque, avalia que o serviço contribui na justiça social e na construção de um país politicamente democrático. "Vamos lutar bravamente pela ética no processo eleitoral, denunciando os gastos abusivos dos candidatos e financiamentos ilegais vistos num passado recente", afirma.

 

PNBE

 

O PNBE é uma ONG formada por empresários de todos os ramos da atividade econômica e de todos os portes de empresa, que lutam pelo aprofundamento da democracia nas diversas instâncias da nação - governos da União, Estados e Municípios, bem como entidades da sociedade civil - e pelo amplo exercício dos direitos da cidadania no Brasil. Saiba mais sobre a ONG no site www.pnbe.org.br.

 

Serviço:

 

O serviço do Disque Denúncia Eleitoral funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 20 horas, pelo número 0800-600-7400. Aos sábados, o atendimento acontece entre 8h30 às 12h30.

_____________

 

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 1/8/2006 09:02