sexta-feira, 30 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Homem que atuava como advogado foi expulso da OAB em 2002

sexta-feira, 25 de agosto de 2006


Antecedentes criminais

 

Homem que atuava como advogado foi expulso da OAB em 2002

 

Luis Henrique Cazani, preso na última quarta-feira em Sorocaba, no interior de São Paulo, após ser acusado de atuar como advogado, foi expulso dos quadros da OAB em 2002. Ele não saiu da OAB por vontade própria, conforme disse logo após ser detido por policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG). Cazani atuava como advogado em um escritório na região central. Com ele, a Polícia apreendeu procurações em que constava o seu nome. O presidente da 24ª subseção da OAB (Sorocaba), Antônio Carlos Delgado Lopes, informou que Cazani foi suspenso em 2000 e definitivamente eliminado em 2002. O motivo da exclusão: ele infringiu o artigo 34 do Estatuto da OAB em dois incisos, 26 e 28, explica Delgado.

 

O inciso 26 refere-se a "fazer falsa prova de qualquer requisito para inscrição na OAB", e o 28, de "praticar crime infamante". O acusado tem antecedentes criminais de extorsão e estelionato. O presidente local da OAB disse que as certidões que confirmam a eliminação serão entregues à DIG. Cazani responde ao inquérito em liberdade.

 

Em fevereiro deste ano, uma falsa advogada foi presa por equipe do 5º Distrito Policial. Valquíria de Oliveira agia em Sorocaba e algumas cidades da região. Ela havia cobrado cerca de R$ 20 mil em "honorários" de seis pessoas. Na época, a Polícia apreendeu com Valquíria um diploma falsificado.

__________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 25/8/2006 09:00