domingo, 25 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Grã-Bretanha: Brasileira é acusada de extorquir juiz com vídeos de sexo

X

quarta-feira, 20 de setembro de 2006


Ameaças

 

Grã-Bretanha: Brasileira é acusada de extorquir juiz com vídeos de sexo

 

Uma faxineira brasileira é acusada de tentar extorquir um juiz britânico para quem trabalhava após ter supostamente furtado vídeos do patrão mantendo relações sexuais com duas mulheres.

 

O caso, cuja primeira audiência na Justiça britânica ocorreu na terça-feira, foi tema de reportagem em diversos jornais britânicos nesta quarta.

 

Segundo os relatos, a brasileira de 37 anos, chamada no processo somente pela inicial D., teria mantido um caso com o juiz e passou a ameaçá-lo após ter sido forçada a deixar a casa dele, onde ela morava.

 

Ela teria ainda tentado extorquir uma juíza com quem o patrão também tinha um relacionamento, ameaçando revelar que havia trabalhado ilegalmente na casa dela por quase cinco anos.

 

Segundo os depoimentos colhidos na terça-feira pela Justiça, D. teria pedido 20 mil libras (cerca de R$ 81 mil) e acomodação livre de aluguel para não revelar o que sabia.

 

"Ela viu uma oportunidade de fazer dinheiro ao ameaçar duas pessoas que estavam em posições sensíveis - ameaçando-os sobre suas vidas privadas", disse o promotor David Markham.

 

D. teria chegado à Grã-Bretanha em 1998 e permanecido ilegalmente após o vencimento de seu visto. Ela começou a trabalhar para os dois juízes em 1999.

 

Segundo o jornal The Guardian, a tentativa de extorsão foi denunciada em outubro de 2005 e D. foi presa pouco depois.

 

A brasileira negou as acusações de chantagem e roubo, supostamente ocorridos no ano passado.

___________

 

 

 

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 20/9/2006 09:02