sexta-feira, 27 de novembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Nomeação

Bolsonaro nomeia delegado Rolando de Souza para o comando da PF

Souza ocupava a Secretaria de Planejamento e Gestão da Abin - Agência Brasileira de Inteligência e é considerado o "braço direito" de Alexandre Ramagem, a primeira escolha de Bolsonaro para o comando da PF.

segunda-feira, 4 de maio de 2020

O presidente Jair Bolsonaro nomeou o delegado Rolando Alexandre de Souza para o cargo de diretor-Geral da PF. O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União na manhã desta segunda-feira, 4. O novo diretor-Geral já tomou posse.

t

Souza ocupava a Secretaria de Planejamento e Gestão da Abin - Agência Brasileira de Inteligência e é considerado o "braço direito" de Alexandre Ramagem, a primeira escolha de Bolsonaro para o comando da PF.

A nomeação de Rolando de Souza veio após decisão do ministro Alexandre de Moraes, do STF, que suspendeu a nomeação de Ramagem para o cargo. Segundo o ministro, "apresenta-se viável a ocorrência de desvio de finalidade do ato presidencial de nomeação".

Posteriormente, o próprio presidente tornou sem efeito a nomeação de Ramagem.

Veja a íntegra do decreto.

___________

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA

DECRETO DE 4 DE MAIO DE 2020

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84,caput, inciso XXV, da Constituição, e tendo em vista o disposto no art. 2º-C da Lei nº 9.266, de 15 de março de 1996, resolve:

NOMEAR

ROLANDO ALEXANDRE DE SOUZA, para exercer o cargo de Diretor-Geral da Polícia Federal do Ministério da Justiça e Segurança Pública, ficando exonerado do cargo que atualmente ocupa.

Brasília, 4 de maio de 2020; 199º da Independência e 132º da República.

JAIR MESSIAS BOLSONARO

André Luiz de Almeida Mendonça

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 5/5/2020 07:04