quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Contrabando

"Japonês da Federal" perde o cargo e pagará multa de R$ 200 mil por facilitar contrabando

Magistrado destacou que Newton exercia papel de destaque em organização criminosa.

segunda-feira, 20 de julho de 2020

O agente Newton Hidenori Ishii, que ficou conhecido como "japonês da Federal" ao atuar na prisão de investigados na Lava Jato, foi condenado à perda do cargo, além de pagamento de multa no valor de R$ 200 mil. Decisão é do juiz Federal Sergio Luis Ruivo Marques, da 1ª vara de Foz do Iguaçu/PR.

t

Condenação se deu por envolvimento em uma quadrilha composta por 22 agentes da PF, quatro servidores da Receita Federal e dois policiais rodoviários Federais, por atuarem em esquema de facilitação de contrabando pela fronteira entre Brasil e Paraguai.

O magistrado destacou que Newton exercia papel de destaque na organização criminosa, "não somente sendo citado pelos contrabandistas mas também sendo reconhecido como o próprio interlocutor de diversas ligações interceptadas", motivo pelo qual teve majorada a pena de multa.

"Há que se ressaltar que o réu NEWTON HIDENOR ISHII é determinado, quando o assunto é cobrar propina para facilitar o contrabando/descaminho. No caso, Newton Japonês escolheu o tipo de mercadoria que aceitaria facilitar e, ainda, fixou o preço da proprina a ser cobrada pela omissão na atribuição de combater o crime que lhe foi conferida pelo Estado."

O magistrado também citou um telefonema interceptado no qual o agente teria informado placa de um veículo para que um policial deixasse de fiscalizar, beneficiando a quadrilha de contrabando.

Ante a gravidade da conduta, foi imposta, além da multa, a perda do cargo de policial Federal.

  • Processo: 5012305-05.2012.4.04.7002

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 20/7/2020 11:28

LEIA MAIS