sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Business

Trench Rossi Watanabe assessora chinesa SPIC em projetos de energia no Porto do Açu (RJ)

A operação também contempla a participação da empresa nos futuros projetos de expansão como parte da estratégia geral para o hub de gás doméstico e energias renováveis.

quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Trench Rossi Watanabe assessorou a multinacional chinesa de energia SPIC Brasil em contrato vinculante para a aquisição de 33% do capital nas usinas termelétricas GNA I e GNA II no Porto do Açu, no Rio de Janeiro, para a geração de 3 GW de energia. As usinas compõem o maior complexo de geração de energia a gás da América Latina, com capacidade instalada suficiente para fornecer energia para até 14 milhões de domicílios.

t

 "Essa foi uma operação extremamente complexa, que envolveu uma avaliação regulatória detalhada nos setores de energia, gás natural e portos - incluindo a análise de contratos de compra e venda de energia no mercado regulado, contratos de fornecimento de gás e aspectos relacionados ao terminal de GNL e à unidade flutuante de armazenamento e regaseificação (FSRU) -, além do envolvimento em negociações com grandes players durante todo o período da pandemia do COVID-19", explica o sócio José Roberto Martins, que esteve à frente da operação com o sócio Mauricio Pacheco.

 A operação também contempla a participação da  SPIC Brasil, subsidiária da State Power Investment Corporation da China, nos futuros projetos de expansão GNA III e GNA IV, como parte da estratégia geral para o hub de energia e gás doméstico e energias renováveis. O complexo GNA de gás e energia terá capacidade total instalada de 6,4 GW e a estimativa de investimento é de aproximadamente US$ 5 bilhões.

t

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 12/8/2020 11:00