sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Homenagem

Último dia de Dias Toffoli na chefia do STF é marcado por homenagens

Nesta quinta-feira, 10, o ministro Luiz Fux será empossado como novo presidente da Suprema Corte. A ministra Rosa Weber será a vice-presidente.

quarta-feira, 9 de setembro de 2020

O plenário do STF realizou nesta quarta-feira, 9, a última sessão de julgamentos da gestão do ministro Dias Toffoli na presidência. Os colegas da Suprema Corte prestaram homenagens a Toffoli e o parabenizaram pela gestão do Judiciário.

t

O ministro aposentado Sepúlveda Pertence apareceu em vídeo exaltando o trabalho de Dias Toffoli na presidência do STF: "gestão magnífica", disse. Pertence relembrou as ocasiões nas quais Dias Toffoli sustentou da tribuna do STF quando ainda era AGU e ressaltou seu bom trabalho.

Posteriormente, o ministro Alexandre de Moraes discursou acerca da grande capacidade administrativa e de gestão de Toffoli. Para Moraes, o ministro Toffoli soube fazer o correto, mesmo que criticado fosse, sempre aliado ao diálogo: "Não lhe faltou coragem", afirmou. Alexandre de Moraes finalizou sua fala enaltecendo a amizade entre eles e brincou: "gigantesco coração, apesar de palmeirense".

O ministro Gilmar Mendes afirmou que Dias Toffoli deixa um legado exemplar com o fortalecimento da Democracia. Segundo demonstrou o ministro Gilmar, Toffoli deixa a presidência do STF com o menor acervo processual dos últimos 24 anos: "V. Exa. deu uma importante contribuição à história do Judiciário brasileiro", afirmou.

O ministro Edson Fachin homenageou Dias Toffoli dizendo que S. Exa. "é radicalmente um democrata", que rejeita o arbítrio. Em seguida, o PGR Augusto Aras avaliou como "brilhante" a passagem de Toffoli na chefia do Judiciário, período em que se viu o aperfeiçoamento da Justiça no Brasil.  

O presidente da República, Jair Bolsonaro, também marcou presença na sessão e reiterou que o diálogo proporcionado por Dias Toffoli em momentos difíceis "foi muito importante para o destino do nosso Brasil". Bolsonaro elogiou a capacidade de Toffoli em se antecipar dos problemas e propor soluções. Por fim, pediu iluminação a Deus para poder indicar o próximo ministro do STF. 

Agradecimentos

O ministro Dias Toffoli, em seu discurso, agradeceu a todos os servidores do Judiciário enfatizando o funcionamento da Justiça sem cessar, mesmo nas mais adversas circunstâncias. Toffoli afirmou que prezou pelo diálogo nos desafios da jornada: "Não devemos temer o diálogo, mas a ausência dele. A quem interessa a ausência do diálogo?", disse. 

O ministro enfatizou o "peso da cadeira" da presidência do STF, como um dos chefes de Poder da nação brasileira: "não é pouca coisa (...) Tudo o que fiz nestes dois anos foi buscando a concretização da essência da Constituição Federal de 1988", afirmou.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 10/9/2020 09:55