sexta-feira, 23 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Ofensas

Paulo Guedes é condenado em R$ 50 mil por chamar servidores de "parasitas"

Para juíza, é inadmissível se admitir a expressão de discursos como este feito pelo ministro.

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

O ministro da Economia Paulo Guedes foi condenado em R$ 50 mil, por danos morais, após ofender servidores e chamá-los de "parasitas". A decisão é da juíza Federal Cláudia da Costa Tourinho Scarpa, da 4ª vara Federal Cível da SJ/BA.

t

A ACP foi proposta pelo Sindipol/BA - Sindicato dos Policiais Federais no Estado da Bahia. A entidade alegou, em síntese, que o ministro é "responsável por inúmeras alegações insolentes contra a categoria dos servidores públicos".

Afirmou o sindicato que, dentre outras passagens, Guedes comparou os servidores a "assaltantes" e "parasitas".

Ao analisar o caso, a juíza ponderou que embora o direito à liberdade de expressão possua status de direito fundamental (art. 5º, IV, da CF), se for exercido de forma abusiva, violando direitos alheios, haverá ato ilícito (art. 187 do CC) e responsabilização civil (art. 5º, V, da CF c/c art. 927 do CC).

"Os direitos fundamentais devem conviver com os deveres. O direito fundamental à liberdade de expressão não é um direito absoluto e deve coexistir com outros direitos fundamentais a exemplo dos direitos da personalidade como a honra, a imagem e a intimidade."

Ainda segundo a magistrada, Paulo Guedes não negou tais episódios.

"O exercício do direito à liberdade de expressão do réu PAULO GUEDES excedeu barbaramente os limites impostos pela finalidade econômica e social de um pronunciamento de Ministro de Estado, pois atacou - despropositadamente - a categoria dos servidores públicas."

Para a juíza, é inadmissível a expressão de discursos como este feito pelo ministro, que incentivem o ódio e a discriminação de determinada categoria.

Sendo assim, condenou o ministro da Economia ao pagamento de R$ 50 mil.

Leia a decisão.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 21/9/2020 11:21