quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

STF

Rosa Weber autoriza advogado a sustentar sem gravata por razões médicas

Toffoli fez questão de registrar o ocorrido, ao lembrar que passou por procedimentos médicos e foi alvo de "interpretações piores possíveis".

quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

Nesta quinta-feira, 10, durante a sessão plenária do STF, o advogado Fábio Pallaretti sustentou oralmente sem gravata por razões médicas. A autorização veio da ministra Rosa Weber, que presidiu a sessão de hoje.

Antes de proferir seu voto nos processos apregoados, o ministro Toffoli fez questão de registrar o ocorrido, salientando que a autorização se deu por ordens médicas. 

(Imagem: Reprodução)

(Imagem: Reprodução)

Dias Toffoli lembrou de episódio que aconteceu consigo próprio. Recentemente, segundo o ministro, passou por procedimentos médicos e foi alvo de "interpretações piores possíveis".

"É importante que se diga isso, porque outro dia eu mesmo me apresentei aqui em razão de situações médicas, em razão de marcas de nascença, que eu precisava fazer, e que houve interpretações piores possíveis."

Razões médicas x Dever

Em novembro, Migalhas noticiou caso vivido pelo criminalista paulistano Flávio Grossi. Da cama do hospital, o advogado viu-se obrigado a participar de audiência virtual da cama de um hospital, após o juiz José Álvaro Machado Marques, da 4ª Auditoria da Justiça Militar do Estado de São Paulo, indeferir pedido de redesignação, mesmo após o causídico apresentar declaração médica indicando seu real estado clínico.

À redação do Migalhas, o advogado informou tratar-se de processo muito grave, e que não poderia deixar seus clientes sem representação, ainda mais em audiência de interrogatório do réu. 

 

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 10/12/2020 17:13

LEIA MAIS