quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Vacinação

"Quero crer que isso não ocorra", diz Moraes sobre ausência de plano de imunização por Bolsonaro

O ministro Alexandre de Moraes explicou que a compulsoriedade da vacina é um dever duplo: do poder Público, que tem a obrigação de realizar uma ampla campanha de vacinação e do indivíduo

quinta-feira, 17 de dezembro de 2020

Na tarde desta quinta-feira, 17, o ministro Alexandre de Moraes se manifestou pela validade da vacinação compulsória. Para que a vacinação contra a covid-19 seja colocada em prática, segundo o ministro, todos os entes federados devem ser responsáveis por realizar suas campanhas de vacinação.

Em certo momento, o ministro afirmou que não se deve colocar a possibilidade exclusiva acerca da obrigatoriedade da vacina se ela estiver no plano nacional de imunização: "quero crer que isso não ocorra, e se, eventualmente, o governo Federal não colocar a vacinação no plano nacional de imunização?".

Conforme o ministro explicou, a compulsoriedade da vacina é um dever duplo: do poder Público, que tem a obrigação de realizar uma ampla campanha de vacinação e do indivíduo, "o que não significa que poderá ser levado de forma forçada à vacinação".

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 17/12/2020 19:48

LEIA MAIS