quarta-feira, 3 de março de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Trabalhista

Após acordo, Atlético/MG terá que pagar R$ 4,3 milhões a Robinho

Robinho entrou com ação contra o clube alegando atraso de salário e uso indevido de imagem.

terça-feira, 26 de janeiro de 2021

O juiz do Trabalho Luís Henrique Santiago Santos Rangel, da 41ª vara de Belo Horizonte, homologou acordo entre o jogador Robinho e o Atlético-MG.

"HOMOLOGO o acordo peticionado nos autos, nos termos em que fora convencionado, para que surta seus jurídicos e legais efeitos."

O clube pagará R$ 4,3 milhões ao jogador. O acordo se deu no âmbito de ação trabalhista na qual o jogador Robinho alegava atraso de salário e uso indevido de imagem. As informações são do jornal Globo Esporte.

Publicidade

O montante será pago em 35 parcelas. O Atlético terá de pagar ainda custas no importe de 2% sobre o valor total do acordo. Vale lembrar que Robinho firmou contrato com o Atlético em fevereiro de 2016, com validade até dezembro de 2017. 

(Imagem: Ricardo Nogueira/Folhapress)

(Imagem: Ricardo Nogueira/Folhapress)

Polêmicas

O nome de Robinho está envolvido em outra polêmica na Justiça, dessa vez, na Justiça italiana. Em dezembro de 2020, a Corte de Apelação de Milão, na Itália, confirmou a condenação em 2ª instância do atacante Robinho por crime de violência sexual. A pena é de nove anos de prisão. A defesa do jogador de 36 anos informou, em nota, que entrará com recurso à Corte de Cassação, equivalente ao STJ no Brasil.

Em 2017, Robinho havia sido condenado em 1ª instância. Ele foi acusado de ter abusado sexualmente, junto a outros quatro homens, uma mulher de origem albanesa em janeiro de 2013. Ela celebrava o aniversário de 23 anos em uma casa noturna de Milão. Na ocasião, o atacante defendia o Milan (Itália).

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 26/1/2021 18:40

LEIA MAIS