segunda-feira, 1 de março de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Resposta

Gilmar Mendes rebate general Villas Bôas: "Ditadura nunca mais"

A polêmica acontece após o militar ironizar a reação do ministro Edson Fachin a uma declaração dita por ele há três anos.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

Nesta terça-feira, 16, o ministro do STF Gilmar Mendes usou as redes sociais para rebater um comentário feito por Eduardo Villas Bôas, ex-comandante do Exército.

O ministro escreveu em seu Twitter: "A harmonia institucional e o respeito à separação dos poderes são valores fundamentais da nossa república. Ao deboche daqueles que deveriam dar o exemplo responda-se com firmeza e senso histórico: Ditadura nunca mais!"

(Imagem: Reprodução/Twitter)

(Imagem: Reprodução/Twitter)

A polêmica acontece após o militar ironizar a reação do ministro Edson Fachin a uma declaração dita por ele há três anos.

(Imagem: Reprodução/Twitter)

(Imagem: Reprodução/Twitter)

Entenda

Na segunda-feira, 15, Fachin disse que "é intolerável e inaceitável qualquer forma ou modo de pressão injurídica sobre o Poder Judiciário".

A declaração do ministro foi uma resposta ao relato do livro de Villas Bôas, que contou bastidores sobre a elaboração e publicação de uma manifestação no Twitter em 2018.

No tweet em questão, véspera do julgamento de um habeas corpus do ex-presidente Lula, o general publicou:

"Nessa situação que vive o Brasil, resta perguntar às instituições e ao povo quem realmente está pensando no bem do país e das gerações futuras e quem está preocupado apenas com interesses pessoais?"

A postagem foi vista como uma pressão para que Lula fosse mantido na prisão.

Na nota divulgada nesta segunda, Fachin diz que "a declaração de tal intuito, se confirmado, é gravíssima e atenta contra a ordem constitucional. E ao Supremo Tribunal Federal compete a guarda da Constituição".

Publicidade

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 17/2/2021 09:07

LEIA MAIS