quarta-feira, 3 de março de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Bispos, presos em Miami, podem ser transferidos para a carceragem da Polícia de Imigração americana

X

terça-feira, 16 de janeiro de 2007


Renascer

Bispos, presos em Miami, podem ser transferidos para a carceragem da Polícia de Imigração americana

Os advogados dos fundadores da Igreja Renascer Estevam e Sônia Hernandes tentam transferi-los do complexo prisional Federal Detention Center (FDC), em Miami - onde estão presos desde a semana passada - para a carceragem da Polícia de Imigração americana. Ontem à tarde, os defensores do casal diziam esperar conseguir a transferência ainda hoje.

De acordo com seus advogados, os Hernandes teriam pago US$ 5 mil na última quinta-feira - correspondentes ao sinal do valor da fiança, calculado em US$ 100 mil - para responder em liberdade pelo crime de lavagem de dinheiro. Por duas vezes, os bispos comemoraram que seriam libertados e seus defensores divulgaram que eles seriam soltos. No decorrer da semana passada, no entanto, descobriram que respondem também pelo crime inafiançável de falsificação de documento público.

Os Hernandes foram presos porque tentaram entrar na Flórida com US$ 56,5 mil mas só declararam US$ 10 mil às autoridades alfandegárias.

Defensora do casal em Miami, Alicia Oliveira Valle argumentou na Justiça que seus clientes têm o direito de sair do FDC. "Ela recebeu a promessa de que eles seriam transferidos hoje. Não foram antes porque as transferências não ocorrem às sextas e segunda-feira (ontem) é feriado nos Estados Unidos", afirmou Luiz Flávio Borges D'Urso, advogado dos Hernandes no Brasil. "A promessa é essa. Mas nem sequer sabemos exatamente por quais crimes eles respondem", diz.

Na sexta-feira, no entanto, o cônsul-adjunto do Brasil em Miami, Luiz Felipe Mendonça, afirmou que os Hernandes ainda não haviam pago a fiança, porque precisavam comprovar que o dinheiro usado para isso era lícito. Promotores do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), disseram ontem não ter sido informados sobre um eventual pedido de transferência.

"Continuem ajudando"

A prisão de seus fundadores já provoca reflexos na Renascer. Normalmente lotado por centenas de fiéis, o culto de domingo do maior templo da Igreja, na Rua Lins de Vasconcelos, contou com pouco mais de 50 pessoas.

Na rede Gospel, o canal de TV da Igreja, Felipe Hernandes - filho do casal - vem pedindo em cadeia nacional que os fiéis não deixem de fazer doações. "A contribuição de vocês é para manter toda a nossa obra", afirmou.

_______________________
___________

Fonte: O Estado de S. Paulo

_______________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 16/1/2007 08:04