terça-feira, 19 de janeiro de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

OAB/SP recebe apoio da AASP e Apamagis por cancelamento de Exame de Ordem

x

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007


Exame de Ordem

OAB/SP recebe apoio da AASP e Apamagis por cancelamento

Em decorrência de sua decisão de suspender o Exame de Ordem 134 em virtude de quebra de sigilo e vazamento de conteúdo, a OAB/SP recebeu o apoio irrestrito de mais duas importantes entidades - da Associação dos Advogados de São Paulo - AASP e da Associação Paulista de Magistrados - Apamagis. O Instituto dos Advogados de São Paulo - IASP e a Associação dos Juízes Federais de São Paulo - Ajufesp já haviam manifestado pleno apoio às medidas da Ordem paulista para preservar a lisura do Exame.

Em ofício encaminhado ao presidente da OAB/SP - Luiz Flávio Borges D'Urso - a diretoria da AASP manifestou "irrestrita solidariedade à pronta e eficaz decisão de cancelamento do Exame de Ordem em virtude das graves denúncias de fraude constatadas e que a iniciativa não trará prejudicará aqueles que num futuro próximo terão oportunidade de presta o exame ora suspenso, sem falcatruas ou dissimulações".

"Atitudes firmes como essa asseguram o combate ao crime organizado dos concursos, exames e vestibulares e contribuem para que haja pronta e contínua fiscalização por parte dos poderes constituído, de modo a coibir essas destrutivas ameaças que pairam sobre a sociedade e tanto prejuízo podem trazer à classe dos advogados", ressaltou Sérgio Pinheiro Marçal, presidente da AASP.

Para o presidente da Apamagis, desembargador Sebastião Luiz Amorim, "as enérgicas providências tomadas, no sentido de coibir qualquer tentativa de fraude nas provas escritas do Exame recebem integral apoio pela suspensão das provas marcadas".

Conforme D'Urso, essa manifestações públicas de entidades de classe importantes, externando apoio à imediata decisão de suspender o Exame de Ordem 134 e de buscar apuração do vazamento das questões demonstra que a OAB/SP escolheu caminho certo para preservar a lisura e a transparência do processo que habilita novos profissionais ao exercício da Advocacia.

__________________

____________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 20/12/2007 08:37