quinta-feira, 26 de novembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Há 117 anos foi declarada a nomeação do Dr. Bernardino de Campos para ministro do Supremo Tribunal Federal

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008


Baú migalheiro

Há 117 anos, no dia 24 de janeiro de 1891, foi declarada sem efeito a nomeação do Dr. Bernardino de Campos para ministro do Supremo Tribunal Federal feita por decreto de 12 de novembro do ano anterior, por não a ter aceitado o nomeado.

___________

Bernardino de Campos

Mineiro, Bernardino José de Campos Júnior nasceu na cidade de Pouso Alegre no ano de 1841. Foi o segundo e o sexto presidente do presidente do governo do estado de São Paulo, de 23 de agosto de 1892 a 15 de abril de 1896 e de julho de 1902 a maio de 1904.

Formou-se em Direito em 1863, pela Faculdade do Largo de São Francisco. Foi jornalista e lutou pelo abolicionismo. Fundador do Partido Republicano Paulista - PRP, foi deputado provincial (1888/1889), chefe de polícia (1889/1890), deputado constituinte e deputado federal (1891/1892), presidindo a Câmara dos Deputados.

Em 1892 iniciou seu primeiro mandato enfrentando a revolução dos federalistas, enviando socorros para a cidade paranaense da Lapa, que se encontrava sitiada, e destacando forças para vários pontos do litoral. Entre o primeiro e o segundo governo de São Paulo foi Ministro da Fazenda (1896/1898) e Senador da República.

No segundo mandato, iniciado em 1902, desenvolveu um novo plano de saneamento do porto de Santos, pois novamente ocorria um surto de febre amarela. Inaugurou o Museu do Ipiranga e melhorou o abastecimento de água na Capital. Prosseguiu sua carreira política como senador estadual entre 1903 e 1915. Apoiou a campanha civilista pró Rui Barbosa para as eleições à Presidência da República. Recebeu o título de General Honorário do Exército Brasileiro. Faleceu em São Paulo no ano de 1915. Alguns anos depois seu filho, Carlos de Campos, também chefiou o executivo paulista.

__________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 24/1/2008 08:42