quinta-feira, 26 de novembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Há 100 anos nascia Hugo Auler, ministro do TSE

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008


Baú migalheiro

Há 100 anos, no dia 7 de fevereiro de 1908, nascia Hugo Auler, ministro do Tribunal Superior Eleitoral. Em 1960, com a mudança da Capital Federal para Brasília, Auler foi nomeado Desembargador do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, sendo designado para instalar o Poder Judiciário na nova Capital. Naquele mesmo ano o TJ/DF iniciou seus trabalhos onde foi eleito e tomou posse no cargo de Presidente. Faleceu em 13 de março de 1980.

____________

Hugo Auler

1. Dados Pessoais

Nasceu no Rio de Janeiro - RJ, em 7 de fevereiro de 1908, filho de Álvaro Auler e Satyra Elisa de Sá Auler.

2. Formação Acadêmica

Bacharelou-se em 1925, em Ciências e Letras pelo externato do Colégio Pedro II, onde foi orador da turma na colação de grau.

Bacharelou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade Nacional de Direito, em 1930 na cidade do Rio de Janeiro.

3. Atividades Profissionais

Em 1932 foi nomeado 3º suplente de Delegado da Polícia Civil do antigo Distrito Federal. No mesmo ano exerceu as funções de delegado junto ao Estado Maior da Presidência da República. Após ser designado 1º suplente de Delegado de 1ª Entrância do Departamento de Polícia Civil do Distrito Federal.

Em 1940 foi designado para substituir o Delegado Especial de Segurança Pública e Social e nomeado Juiz Substituto da Justiça do Antigo Distrito Federal.

Foi promovido em 1944 ao cargo de Juiz de Direito da 3ª Vara Cível da Justiça do então Distrito Federal.

Em 1951 foi designado para exercer as funções de Desembargador do Tribunal de Justiça do DF. Em 1956 foi promovido a Desembargador daquela Corte.

Em 1960, com a mudança da Capital Federal para Brasília, foi nomeado Desembargador do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, sendo designado para instalar o Poder Judiciário na nova Capital. Naquele mesmo ano o TJDF iniciou seus trabalhos onde foi eleito e tomou posse no cargo de Presidente.

Em 5 de setembro de 1960 foi eleito Juiz Efetivo do Tribunal Superior Eleitoral, que integrou por um biênio.

Em 1962 foi reeleito Presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Federais.

Entre 1964 e 1966 foi designado várias vezes para atuar no Tribunal Federal de Recursos.

Em 1970 foi designado para constituir a comissão encarregada da elaboração do Regulamento do concurso e do julgamento das provas do concurso para Juiz Substituto da Justiça do Distrito Federal.

Foi Professor de Direito Civil na Faculdade Gama Filho, no Rio de Janeiro e Direito Comercial na Associação de Ensino Unificado do Distrito Federal em Brasília.

Foi crítico de arte do Correio Brasiliense e do Jornal de Brasília.

4. Cursos de Extensão e Aperfeiçoamento

Cursou a Escola Superior de Guerra - ADESG - 1972 em seu 2º ciclo de estudos.

5.Títulos Honoríficos e Homenagens

Foi condecorado como Grande Oficial da Ordem do Mérito Militar, Grande Oficial da Ordem do Mérito Aeronáutico, Medalha do Mérito Tamandaré, Medalha do Pacificador e Medalha do Mérito Santos Dumont.

6. Participação em Instituições Jurídicas

Foi membro da Associação Internacional de Críticos de Arte - Seção Brasileira; membro de juri de bienais internacionais de São Paulo.

7. Bibliografia

"O aprismo contra a segurança nacional" (Rio-1939); "Polícia Judiciária" (Rio-1940); "Teoria e prática do Direito", (Rio-1949); "Contribuición al nuevo Derecho Constitucional de Bolívia" (La Paz-1956) e "Suspensão condicional da execução da pena" (Rio-1957).

Faleceu em 13 de março de 1980.

______________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 6/2/2008 13:34