segunda-feira, 26 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Escritório de advocacia adota escola pública com o objetivo de contribuir para a melhora da qualidade de ensino no País

X

sexta-feira, 11 de abril de 2008


Projeto social

Machado, Meyer adota escola pública do Campo Limpo com o objetivo de contribuir para a melhora da qualidade de ensino no País

Dando continuidade ao seu trabalho de responsabilidade social, o escritório Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados, "adotou" a Escola Estadual Presidente Kennedy no bairro de Campo Limpo. A banca, por meio de seu Comitê de Projetos Sociais, já apoiava projetos voltados a crianças e adolescentes, especialmente o Lar Betânia, que abriga crianças carentes. "Já há algum tempo era nosso desejo apoiar uma escola pública, contribuindo para a melhoria da qualidade do ensino no País e para a formação profissional dos jovens", afirma Adriana Pallis, sócia do escritório e presidente do Comitê de Projetos Sociais.

A intenção se concretizou com a ajuda da ONG Parceiros da Educação. Formada por um Grupo de empresários, esta organização tem o objetivo de levar à educação a experiência das empresas em administração de recursos e gestão de negócios. "No programa da Parceiros da Educação não oferecemos apenas apoio financeiro, mas colocamos a disposição nossos conhecimentos para promover uma efetiva melhora na qualidade de ensino e no aproveitamento escolar", explica Adriana.

No projeto, a Parceiros da Educação é responsável pela identificação de uma escola estadual que necessite e aceite o apoio de um parceiro privado. A partir disso, uma pedagoga profissional faz um diagnóstico da situação da instituição de ensino nos aspectos de infra-estrutura; pedagógico e gestão. Traçado o quadro preliminar, a empresa, com a participação da escola, elabora um plano de ação, com as atividades e os aportes a serem realizados. "Estabelecemos um compromisso em que a contrapartida da escola deve ser a obtenção de melhorias reais no aproveitamento dos alunos", afirma Adriana.

A escola escolhida pelo escritório foi a Presidente Kennedy. Fundada há aproximadamente 40 anos, a instituição atende mais de 2,1 mil alunos, do ensino Fundamental, Médio e de Jovens e Adultos - EJA. Pelo diagnóstico elaborado, a Escola necessita de algumas reformas estruturais e aprimoramentos na área pedagógica. "Pela própria solicitação da comunidade, vamos começar nosso trabalho com a biblioteca que, atualmente, encontra-se desativada", explica a advogada.

Para isso, o escritório vai reformar uma sala, providenciar um profissional para administrar o espaço, auxiliar a catalogar e organizar os materiais existentes e promover uma campanha interna para arrecadar livros didáticos e para-didáticos. O prazo de duração da parceria é de 5 anos. Outras ações e apoios estão sendo planejados.

________________

 

 

 

 

_________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 11/4/2008 08:46