quarta-feira, 21 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Presidente do TJ/SP é empossado governador de São Paulo

O presidente do TJ/SP, desembargador Roberto Antonio Vallim Bellocchi, tomou posse às 17h30 de ontem, 2/2, como governador do Estado de São Paulo. A cerimônia de posse foi realizada no salão nobre da Assembleia Legislativa do Estado - Alesp.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009


Desembargador-governador

Presidente do TJ/SP é empossado governador de São Paulo

O presidente do TJ/SP, desembargador Roberto Antonio Vallim Bellocchi, tomou posse às 17h30 de ontem, 2/2, como governador do Estado de São Paulo. A cerimônia de posse foi realizada no salão nobre da Assembleia Legislativa do Estado - Alesp.

Dando cumprimento ao artigo 40 da Constituição Estadual e após fazer a leitura de ofícios do governador José Serra, anunciando sua ausência de 30 de janeiro a 8 de fevereiro por motivos particulares, e do vice, Alberto Goldman, que estará afastado de 2 a 4 de fevereiro junto com o presidente da Alesp, deputado Vaz de Lima, em um compromisso público no Chile, o presidente em exercício da Assembleia, deputado Waldir Agnello, passou a palavra ao desembargador Vallim Bellocchi, que prestou compromisso constitucional, prometendo "cumprir e fazer cumprir a Constituição Federal e a Constituição do Estado, e observar as leis".

Na sequência, o deputado declarou o magistrado empossado no cargo de governador, e o termo de compromisso e posse foi lido pelo 2º secretário da Alesp, deputado Edmir Chedid. Coube ao secretário de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania, Luiz Antonio Guimarães Marrey, a leitura do termo de transmissão da governança do Estado de São Paulo para o presidente do TJ/SP.

Já empossado governador, o desembargador Roberto Antonio Vallim Bellocchi fez um breve discurso, lembrando suas mais de quatro décadas de carreira e agradecendo a todos os presentes: "O TJ, mais uma vez, participa deste ato complexo entre os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Com muito orgulho pessoal, numa carreira que passa de 42 anos, chega-se a este ponto. Motivo de orgulho para meus familiares - dois filhos, neta e minha tia, irmã da minha mãe - e funcionários que começaram comigo há muito tempo. Na pessoa da doutora Angela Moynier da Costa Monteclaro, minha chefe de gabinete há mais de vinte anos, saúdo a todos os servidores aqui presentes".

Depois de estender o agradecimento às autoridades que compuseram a mesa da solenidade e a colegas desembargadores e juízes de Direito, o governador em exercício de São Paulo, desembargador Roberto Vallim Bellocchi, afirmou: "Acho que o TJ dá sua contribuição cumprindo a Constituição do Estado. E para cumprir faz-se mister uma Assembleia Legislativa de alta magnitude, presidida pelos deputados Vaz de Lima e Waldir Agnello, e um governo do Estado encimado pelo doutor José Serra. É curto o espaço de tempo, mas a importância não tem limite. Espero que o TJ cumpra o seu papel e que, com o passar desse pequeno intervalo, se aprofundem os contatos com as forças políticas desse Estado. São Paulo é grande, o TJ/SP é grande e o governo do Estado e sua Assembleia Legislativa são também grandes. Aqui fica o agradecimento de um homem que tem orgulho de envergar a toga há mais de 42 anos. Assim como no TJ, estamos de braços abertos e portas abertas. Sorte ao meu colega de concurso, desembargador Antonio Carlos Munhoz Soares (vice que assume provisoriamente a presidência do TJ)".

No encerramento da cerimônia, o deputado Waldir Agnello, em nome dos 94 deputados da Casa, desejou sorte ao governador em exercício, transmitindo-lhe votos de que "esse período seja profícuo, marcando sua história e a história de São Paulo".

"Amanhã (3/2) o TJ completará 135 anos de existência, e não poderia ser de forma mais brilhante do que tendo seu presidente à frente do governo do Estado", finalizou o deputado no discurso de ontem.

____________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 3/2/2009 09:34