quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Migalhas

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

TJ/RJ - Cobertura de Romário é arrematada em leilão

Após 15 minutos e 91 lances, a cobertura do ex-jogador Romário foi arrematada por R$ 8,01 milhões. O leilão aconteceu ontem, 12/8, no auditório do Fórum da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Os advogados do "Baixinho", que não esteve presente, ainda tentaram suspender o leilão, porém o recurso foi negado pela 17ª câmara Cível do TJ.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009


Vendido !

TJ/RJ - Após 15 minutos e 91 lances, cobertura de Romário é arrematada em leilão 8,01 milhões

Após 15 minutos e 91 lances, a cobertura do ex-jogador Romário foi arrematada por R$ 8,01 milhões. O leilão aconteceu ontem, 12/8, no auditório do Fórum da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Os advogados do "Baixinho", que não esteve presente, ainda tentaram suspender o leilão, porém o recurso foi negado pela 17ª câmara Cível do TJ.

O lance vencedor foi dado por um representante de uma imobiliária de São Paulo que preferiu não se identificar. O novo proprietário tem até 48 horas para efetuar o pagamento de 30% da quantia. Concretizada a primeira parte da transação, ele terá então mais 15 dias para pagar o valor restante.

Honrado o compromisso, o ex-atleta perderá a posse de um imóvel único na cidade. De acordo com os autos, a cobertura possui 776 m2 e fica em um dos condomínios mais luxuosos da Barra, que oferece aos seus moradores segurança 24 horas, campo de golfe, clube com parque aquático, entre outras mordomias. A cobertura conta ainda com quatro suítes, sauna seca e a vapor, banheira de hidromassagem e cinco vagas na garagem.

"Esse é um grande investimento. Alcançamos o valor esperado. Não há imóvel como esse, por esse preço, aqui no Rio", comentou o leiloeiro público Jonas Rymer. Segundo ele, levará de um a dois meses entre a arrematação do bem pelo novo proprietário e a posse do referido imóvel.

"Após o leilão, farei o Auto de Arrematação, documento que será assinado por mim, pelo juiz, por um serventuário e pelo arrematante. O juiz lavrará a Carta de Arrematação, que é a comunicação ao Registro Geral de Imóveis sobre a transação realizada e, posteriormente, mandará expedir um Mandado de Imissão na Posse, reconhecendo o novo dono do bem", esclareceu Rymer.

O leilão começou com o valor inicial de R$ 4,5 milhões (metade do valor da avaliação do bem), já que no 1º, realizado no último dia 28, não houve ofertas. A quantia arrecadada será usada para o pagamento dos credores do ex-atleta, cuja ordem de preferência ainda será apreciada pelo Juízo.

______________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 13/8/2009 14:36