O que saiu em Migalhas sobre Aires Da Mata
Migalhas

O que saiu em Migalhas sobre Aires Da Mata

/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 12/6/2013

A maior parte de

O Professor esclarece dúvida sobre a concordância verbal de expressões como a maioria de, a maior parte de, boa parte de, grande número de, grande parte de.

...Moderna, 1979. p. 205.2 Cf. MACHADO FILHO, Aires da Mata. "Português Fora das Gramáticas". In: Grande Coleção da Língua Portuguesa. São Paulo: co-edição Gráfica Urupês S/A e EDINAL - Editora e Distribuidora Nacional de...
A maior parte de
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 8/5/2013

Para que (se) pudesse (se) inscrever(-se)

Partindo do princípio de que as conjunções subordinativas obrigam a colocação do pronome pessoal oblíquo átono em próclise, o Professor explica como, na locução verbal, funciona essa regra de atração.

...Professor Gaúcho Ltda., edição sem data. p. 119. 16 Cf. MACHADO FILHO, Aires da Mata. "Português Fora das Gramáticas". In: Grande Coleção da Língua Portuguesa. São Paulo: co-edição Gráfica Urupês S/A e EDINAL - Editora e...
Para que (se) pudesse (se) inscrever(-se)
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 10/4/2013

Em anexo

O contrato segue anexo ou o contrato segue em anexo ? Entenda o uso correto da palavra anexo na lição do professor.

O contrato segue anexo ou o contrato segue em anexo ? Entenda o uso correto da palavra anexo na lição do professor.
Em anexo
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 4/4/2012

Viva os brasileiros! Ou Vivam os brasileiros!?

"Viva os reis!" ou "Vivam os reis!"? O Professor esclarece a dúvida.

...Editora, 1958. p. 314. 10 Cf. MACHADO FILHO, Aires da Mata. "Principais Dificuldades". In: Grande Coleção da Língua Portuguesa. 1. ed. São Paulo: co-edição Gráfica Urupês S/A e EDINAL - Editora e Distribuidora Nacional de...
Viva os brasileiros! Ou Vivam os brasileiros!?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 10/6/2009

Namorar com

Namorar com 1) Quer no sentido de desejar ardentemente algo, quer no significado de cortejar, galantear, trata-se de verbo transitivo direto (construído sem qualquer preposição). Ex.: "O rapaz namorou a vizinha ...

Namorar com 1) Quer no sentido de desejar ardentemente algo, quer no significado de cortejar, galantear, trata-se de verbo transitivo direto (construído sem qualquer preposição). Ex.: "O rapaz namorou a vizinha ...
Namorar com
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 20/5/2009

Ter de

Ter de 1) De acordo com lição de Napoleão Mendes de Almeida, a expressão ter de denota obrigatoriedade, portando em si o significado de estar na obrigação de. Ex.: "O juiz não tinha de deferir o requerimento intempestivo ...

Ter de 1) De acordo com lição de Napoleão Mendes de Almeida, a expressão ter de denota obrigatoriedade, portando em si o significado de estar na obrigação de. Ex.: "O juiz não tinha de deferir o requerimento intempestivo ...
Ter de
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 1/4/2009

Através de

Através de 1) A primeira observação que se há de fazer é que deve sempre haver, na referida expressão, a preposição de, e até mesmo configura galicismo sintático sua omissão, como, aliás, lembra Vitório Bergo em seu en...

Através de 1) A primeira observação que se há de fazer é que deve sempre haver, na referida expressão, a preposição de, e até mesmo configura galicismo sintático sua omissão, como, aliás, lembra Vitório Bergo em seu en...
Através de
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 4/2/2009

Designar servidores para compor (ou comporem?)...

Designar servidores para compor (ou comporem?)... 1) Uma leitora diz ter dúvidas quanto à flexão do verbo em frases como: I) – "Designar servidores para compor comissão..."; II) – "Designar servidores para comporem co...

Designar servidores para compor (ou comporem?)... 1) Uma leitora diz ter dúvidas quanto à flexão do verbo em frases como: I) – "Designar servidores para compor comissão..."; II) – "Designar servidores para comporem co...
Designar servidores para compor (ou comporem?)...
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 24/9/2008

Emprestar

1) Domingos Paschoal Cegalla, que vê em tal verbo apenas a acepção de ceder por algum tempo, gratuitamente ou não, entende que "não é bom português empregar este verbo na acepção de pedir ou tomar emprestado".1 2) Josué Mac...

1) Domingos Paschoal Cegalla, que vê em tal verbo apenas a acepção de ceder por algum tempo, gratuitamente ou não, entende que "não é bom português empregar este verbo na acepção de pedir ou tomar emprestado".1 2) Josué Mac...
Emprestar
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 17/9/2008

Vez que

Vez que 1) Existe em nosso idioma a locução adverbial de vez, que significa quase boa para ser colhida; assim, por exemplo, diz-se que "a fruta está de vez". 2) Não é correta, entretanto, a expressão vez que com significado de co...

Vez que 1) Existe em nosso idioma a locução adverbial de vez, que significa quase boa para ser colhida; assim, por exemplo, diz-se que "a fruta está de vez". 2) Não é correta, entretanto, a expressão vez que com significado de co...
Vez que
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 10/9/2008

Onde e aonde

Onde e aonde 1) Por um lado, correspondendo ao advérbio latino "ubi" (com o significado de onde, no lugar em que), usa-se onde com verbos de acepção estática, que indicam permanência em algum lugar. Exs.: a) "Onde trabalha a testemunha?"...

Onde e aonde 1) Por um lado, correspondendo ao advérbio latino "ubi" (com o significado de onde, no lugar em que), usa-se onde com verbos de acepção estática, que indicam permanência em algum lugar. Exs.: a) "Onde trabalha a testemunha?"...
Onde e aonde
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 15/8/2007

Intimem-se-as

1) Se se diz "Intimem-se as partes", o que se tem é uma frase reversível, que também pode ser dita assim: "As partes sejam intimadas". 2) E, como na frase do modelo ("Aluga-se uma casa"), podem-se extrair as seguintes c...

1) Se se diz "Intimem-se as partes", o que se tem é uma frase reversível, que também pode ser dita assim: "As partes sejam intimadas". 2) E, como na frase do modelo ("Aluga-se uma casa"), podem-se extrair as seguintes c...
Intimem-se-as
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 21/3/2007

Ter de

1) De acordo com lição de Napoleão Mendes de Almeida, a expressão ter de denota obrigatoriamente, portanto em si o significado de estar na obrigação de. Ex.: "O juiz não tinha de deferir o requerimento intempestivo formulado pelo ré...

1) De acordo com lição de Napoleão Mendes de Almeida, a expressão ter de denota obrigatoriamente, portanto em si o significado de estar na obrigação de. Ex.: "O juiz não tinha de deferir o requerimento intempestivo formulado pelo ré...
Ter de
/coluna/gramatigalhas
quinta-feira, 16/11/2006

Em que pese a

1) Aires da Mata Machado Filho vislumbra em tal expressão uma locução empregada no português antigo, em sentido concessivo, equivalendo a ainda que. 2) Para ele, o verbo, na referida expressão, fica invariável na terceira pessoa ...

1) Aires da Mata Machado Filho vislumbra em tal expressão uma locução empregada no português antigo, em sentido concessivo, equivalendo a ainda que. 2) Para ele, o verbo, na referida expressão, fica invariável na terceira pessoa ...
Em que pese a
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 20/9/2006

A folhas vinte e duas

1) Em expressões dessa natureza, ao menos cinco problemas podem surgir: a) por primeiro, se é ou não correto o uso do numeral cardinal (vinte e duas), ou se o adequado é o ordinal (vigésima segunda); b) ao depois, é de ...

1) Em expressões dessa natureza, ao menos cinco problemas podem surgir: a) por primeiro, se é ou não correto o uso do numeral cardinal (vinte e duas), ou se o adequado é o ordinal (vigésima segunda); b) ao depois, é de ...
A folhas vinte e duas
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 17/5/2006

Poderiam ensinarem?

1) É bastante conhecida a lição de que o infinitivo de um verbo (ou seja, o verbo quando o chamamos pelo nome: amar, vender, partir...) pode apresentar-se em sua forma não flexionada (o próprio nome do verbo – amar) ou em sua feição f...

1) É bastante conhecida a lição de que o infinitivo de um verbo (ou seja, o verbo quando o chamamos pelo nome: amar, vender, partir...) pode apresentar-se em sua forma não flexionada (o próprio nome do verbo – amar) ou em sua feição f...
Poderiam ensinarem?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 21/12/2005

Pessoas vêm dizerem...

1) O infinitivo de um verbo (ou seja, o verbo quando o chamamos pelo nome: amar, vender, partir...) pode apresentar-se em sua forma não flexionada (o próprio nome do verbo – amar) ou em sua feição flexionada (ou seja conjugado – amar eu...

1) O infinitivo de um verbo (ou seja, o verbo quando o chamamos pelo nome: amar, vender, partir...) pode apresentar-se em sua forma não flexionada (o próprio nome do verbo – amar) ou em sua feição flexionada (ou seja conjugado – amar eu...
Pessoas vêm dizerem...
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 24/8/2005

Uso do infinitivo

1) De acordo com Said Ali, a escolha da forma infinitiva depende de cogitarmos somente da ação ou do intuito ou da necessidade de pormos em evidência o agente da ação: no primeiro caso, preferimos o infinitivo não flexionado; no segundo, ...

1) De acordo com Said Ali, a escolha da forma infinitiva depende de cogitarmos somente da ação ou do intuito ou da necessidade de pormos em evidência o agente da ação: no primeiro caso, preferimos o infinitivo não flexionado; no segundo, ...
Uso do infinitivo
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 11/5/2005

Dupla negativa

1) Em latim, similarmente ao que se dá em outros idiomas, o advérbio non aposto a outra palavra de força negativa destruía o sentido negativo da frase. 2) Em português, todavia, é correto - e isso sem perder o cunho negativo - repe...

1) Em latim, similarmente ao que se dá em outros idiomas, o advérbio non aposto a outra palavra de força negativa destruía o sentido negativo da frase. 2) Em português, todavia, é correto - e isso sem perder o cunho negativo - repe...
Dupla negativa
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 6/4/2005

Datas

1) De início, anote-se o ensinamento da maioria dos gramáticos de que o primeiro dia do mês é ordinal, não cardinal.1 2) Assim, 1º de março (e não l de março).2 3) Por conseguinte, em forma compacta, de igual modo, esc...

1) De início, anote-se o ensinamento da maioria dos gramáticos de que o primeiro dia do mês é ordinal, não cardinal.1 2) Assim, 1º de março (e não l de março).2 3) Por conseguinte, em forma compacta, de igual modo, esc...
Datas
Não há mais resultados para serem exibidos.