O que saiu em Migalhas sobre Andrielli De Paula Cordeiro
Migalhas

O que saiu em Migalhas sobre Andrielli De Paula Cordeiro

/quentes
segunda-feira, 19/10/2020

Operadora deve indenizar consumidora negativada por débito inexistente

Empresa que não demonstrou contratação e prestação de serviço pagará R$ 7 mil pelos danos morais.

... R$ 7 mil. A advogada Andrielli de Paula Cordeiro, da banca Engel Advogados, atua pela consumidora. Processo: 0001499-28.2020.8.16.0024 Veja a decisão. ________________
Operadora deve indenizar consumidora negativada por débito inexistente
/amanhecidas
quarta-feira, 16/9/2020

MIGALHAS nº 4.938

Informações jurídicas de quarta-feira, 16 de setembro de 2020.

...e devedores. A advogada Andrielli de Paula Cordeiro (Engel Advogados) representou a autora da ação. (Clique aqui) Júri anulado Por contradição dos quesitos dos jurados, a 12ª câmara Criminal do TJ/SP anulou o júri que condenou Ricardo Krause Esteves Najjar a...
MIGALHAS nº 4.938
/quentes
terça-feira, 15/9/2020

Empresa de telefonia indenizará em R$ 20 mil por negativação indevida

Cliente se recusou a pagar R$ 3.952,50 por multa de fidelização e teve seu nome inscrito nos cadastros de devedores.

... danos morais. A advogada Andrielli de Paula Cordeiro (Engel Advogados) representou a autora da ação. Processo: 0025130-46.2015.8.16.0001 Veja a sentença. _________
Empresa de telefonia indenizará em R$ 20 mil por negativação indevida
/quentes
quinta-feira, 30/7/2020

Operadora deve indenizar consumidor por dívida inexistente que gerou negativação

Magistrada considerou que houve defeito na prestação de serviços, uma vez que a empresa solicitou a inclusão em cadastro de proteção ao crédito por dívida que o autor não contraiu.

... R$ 8 mil. Os advogados Andrielli de Paula Cordeiro e Marcelo Crestani Rubel, do escritório Engel Advogados, atuam pelo consumidor. Processo: 0021536-82.2019.8.16.0001 Veja a decisão. ________________
Operadora deve indenizar consumidor por dívida inexistente que gerou negativação
/quentes
quarta-feira, 8/7/2020

Mulher negativada indevidamente consegue majoração de dano moral

TJ/PR aumentou indenização de R$ 5 mil para R$ 10 mil.

Mulher que foi inscrita em cadastro de devedores indevidamente consegue majorar indenização por danos morais de R$ 5 mil para R$ 10 mil. Decisão é da 10ª câmara Cível do TJ/PR, que considerou que o efeito dissuasório deve ser empregado quando...
Mulher negativada indevidamente consegue majoração de dano moral
/quentes
quinta-feira, 25/6/2020

Cliente será indenizada por negativação após empresa não provar dívida de R$ 61

O valor da indenização foi fixado em R$ 5 mil.

Consumidora que teve seu nome negativado por uma suposta dívida de R$ 61 será indenizada por uma empresa de telefonia. Segundo a juíza de Direito Luciana Benassi Gomes Carvalho, da vara Cível de Campina Grande do Sul/PR, a empresa não apresentou...
Cliente será indenizada por negativação após empresa não provar dívida de R$ 61
/quentes
terça-feira, 26/5/2020

Embratel indenizará cliente em R$ 15 mil após cobrança indevida

Colegiado do TJ/PR votou por majorar o valor da indenização.

Uma cliente conseguiu majorar a indenização e receberá R$ 15 mil da Embratel a título de danos morais, após cobrança de débito indevido. A decisão é da 8ª câmara Cível do TJ/PR. A consumidora alegou inexistência do débito e inscrição indevida...
Embratel indenizará cliente em R$ 15 mil após cobrança indevida
/amanhecidas
terça-feira, 26/5/2020

MIGALHAS nº 4.859

Informações jurídicas de terça-feira, 26 de maio de 2020.

... Marcelo Crestani Rubel e Andrielli de Paula Cordeiro, do Engel Advogados, atuaram pelo consumidor. (Clique aqui)Apoiadores Clique aqui para conhecer os festejados Apoiadores de Migalhas Colunas Decifra$ O advogado e economista Francisco Petros fala...
MIGALHAS nº 4.859
Não há mais resultados para serem exibidos.