O que saiu em Migalhas sobre Eduardo Carlos Pereira
Migalhas

O que saiu em Migalhas sobre Eduardo Carlos Pereira

/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 9/9/2020

Aspas simples e aspas duplas – Como usar

Aspas simples e aspas duplas – Como usar. O professor esclarece.

... nesse sentido, o ensino de Eduardo Carlos Pereira em corroboração ao fato de que se escrevem "sublinhadas ou em grifo as palavras de língua estrangeira, que se intercalam no discurso" (1924, p. 48). 15) Artur de Almeida Torres também observa a possibilidade...
Aspas simples e aspas duplas – Como usar
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 5/8/2020

Aos 4 de julho ou Em 4 de julho?

Aos 4 de julho ou Em 4 de julho? O Professor responde.

... equivalente a no dia cinco". 4) Eduardo Carlos Pereira, de igual modo, sem proceder a qualquer distinção, exemplifica com "aos vinte de janeiro". Esse mesmo autor acrescenta, em lição apropriada para os meios jurídicos, que "na linguagem forense se diz:...
Aos 4 de julho ou Em 4 de julho?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 10/6/2020

Colocação de pronomes – Locução - Infinitivo?

Colocação de pronomes – Locução - Infinitivo? Veja a explicação do professor.

... ou depois do principal, Eduardo Carlos Pereira (1924, p. 252-3), para os casos normais, lembra a possibilidade genérica das três colocações do pronome átono: antes do auxiliar, após o auxiliar e após o principal. Exs.: a) "A testemunha nos pode esclarecer...
Colocação de pronomes – Locução - Infinitivo?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 11/3/2020

Cláusulas de contrato – Como numerar?

Cláusulas de contrato – Como numerar? O Professor esclarece a dúvida.

... dez. 11) Nesse campo, Eduardo Carlos Pereira (1924, p. 250) leciona que "os cardinais pospõem-se ao substantivo quando por brevidade se empregam pelos ordinais" (página dois, casa vinte e um, por página segunda e casa vigésima primeira). 12) Ainda...
Cláusulas de contrato – Como numerar?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 8/1/2020

É proibido – Como concordar?

É proibido – Como concordar? O Professor esclarece.

... diferençavam". 9) E Eduardo Carlos Pereira (1924, p. 229), lembrando que tal sintaxe é "um dos vestígios interessantes do gênero neutro em português", justifica que, em expressões desse jaez, "bom, necessário, proibido assumem a forma aparentemente...
É proibido – Como concordar?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 30/10/2019

Antes de – Atrai o pronome para antes do verbo?

Antes de – Atrai o pronome para antes do verbo? O Professor responde a dúvida.

... (Padre Antônio Vieira).5) Eduardo Carlos Pereira, por sua vez, observa que, "junto aos infinitivos puros, em geral, e aos regidos da preposição a", a regra de posicionamento do pronome oblíquo átono é a ênclise (pronome após o verbo): a) "Foi bom...
Antes de – Atrai o pronome para antes do verbo?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 2/3/2016

Nunca jamais – Está correto?

Nunca jamais – Está correto? O Professor esclarece a dúvida.

...liberdade como este". 2) Eduardo Carlos Pereira vê em tal expressão "uma negativa reforçada ou intensiva ainda vigente". 3) Aires da Mata Machado Filho coleciona, nos melhores autores, variadas formas similares...
Nunca jamais – Está correto?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 11/11/2015

Coisíssima – Está correto?

Coisíssima – Está correto? O Professor esclarece a dúvida.

...mesmo assim nem todos - Eduardo Carlos Pereira observa que "no estilo familiar comunica-se muitas vezes a energia à expressão, dando-se esta forma superlativa a certos adjetivos determinativos e, até, a certos...
Coisíssima – Está correto?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 3/12/2014

Todo ou Todo o?

Todo ou Todo o? O Professor esclarece a dúvida.

...que há gramáticos, como Eduardo Carlos Pereira, para os quais "é facultativo o uso do artigo nas frases em que muitos o omitem presentemente"; por outro lado, observa ele que essa moderna distinção entre toda a casa ("a...
Todo ou Todo o?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 16/7/2014

Gastado ou Gasto?

Gastado ou Gasto? O Professor esclarece a dúvida.

...todavia, tem-se, na lição de Eduardo Carlos Pereira, por um lado, que os particípios irregulares pago, ganho e gasto "podem empregar-se na voz ativa com os verbos ter e haver"; por outro lado, "muitas formas regulares",...
Gastado ou Gasto?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 4/6/2014

Cada

Cada. O Professor esclarece as formas corretas de utilizar o pronome.

...mulher. 2) Na lição de Eduardo Carlos Pereira, configura "um distributivo invariável, que se une com qual, para formar o pronome cada qual, e com um na forma composta cada um, que raramente vem acompanhada de...
Cada
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 16/4/2014

Pegar

Pego ou pegado? O Professor esclarece a dúvida.

...que invoca a autoridade de Eduardo Carlos Pereira e de José Oiticica, pego "é um dos particípios de pegar (o outro é pegado), desconhecido, talvez, em Portugal, mas comuníssimo no Brasil". 9) Domingos Paschoal Cegalla...
Pegar
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 10/7/2013

A catorze de julho ou Em catorze de julho?

A catorze de julho ou Em catorze de julho? O Professor esclarece a questão.

...equivalente a no dia cinco". 3) Eduardo Carlos Pereira, de igual modo, sem proceder a qualquer distinção, exemplifica com "aos vinte de janeiro". Esse mesmo autor acrescenta, em lição apropriada para os meios jurídicos,...
A catorze de julho ou Em catorze de julho?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 5/6/2013

Havia dado é cacófato?

Havia dado é cacófato ? O Professor esclarece a dúvida.

...se extrai do conceito de Eduardo Carlos Pereira, quando assevera que cacofonia "consiste na junção de duas palavras de modo tal que se forme uma outra de sentido torpe ou ridículo".5 8) Por outro lado, atente-se a que, se...
Havia dado é cacófato?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 8/5/2013

Para que (se) pudesse (se) inscrever(-se)

Partindo do princípio de que as conjunções subordinativas obrigam a colocação do pronome pessoal oblíquo átono em próclise, o Professor explica como, na locução verbal, funciona essa regra de atração.

...infinitivo aparece a preposição de, lembra Eduardo Carlos Pereira que, se não houver incidência das proibições mencionadas, pode o pronome ocupar quatro posições: antes e depois do auxiliar; antes e depois do infinitivo....
Para que (se) pudesse (se) inscrever(-se)
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 26/10/2011

Que nem

Que nem 1) Uma leitora quer saber se é correta a expressão que nem em uma frase como a seguinte: João fala inglês que nem um nativo. 2) Para melhor situar a pergunta, observa-se que o circunlóquio que nem está em lugar de como ...

... III) Observa, por fim, que Eduardo Carlos Pereira registra tal locução em sua obra de gramática.1 5) Domingos Paschoal Cegalla, por sua vez, a tem como "expressão popular, equivalente à conjunção comparativa como". E...
Que nem
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 22/4/2009

Mais bem

Mais bem 1) Quando se diz "Ele é um bom advogado", o vocábulo bom, por modificar um substantivo, é um adjetivo e pode ter regularmente seu plural ("Eles são bons advogados"). 2) Já quando se diz "Ele é bem intencionado", por modif...

Mais bem 1) Quando se diz "Ele é um bom advogado", o vocábulo bom, por modificar um substantivo, é um adjetivo e pode ter regularmente seu plural ("Eles são bons advogados"). 2) Já quando se diz "Ele é bem intencionado", por modif...
Mais bem
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 15/10/2008

"Não se deve dizer tais coisas"

1) A questão é saber qual a construção correta: "Não se deve dizer tais coisas", ou "Não se devem dizer tais coisas"? 2) De acordo com Vitório Bergo, "em frases deste modelo, o verbo dever constitui, em regra, auxiliar do inf...

1) A questão é saber qual a construção correta: "Não se deve dizer tais coisas", ou "Não se devem dizer tais coisas"? 2) De acordo com Vitório Bergo, "em frases deste modelo, o verbo dever constitui, em regra, auxiliar do inf...
"Não se deve dizer tais coisas"
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 10/9/2008

Onde e aonde

Onde e aonde 1) Por um lado, correspondendo ao advérbio latino "ubi" (com o significado de onde, no lugar em que), usa-se onde com verbos de acepção estática, que indicam permanência em algum lugar. Exs.: a) "Onde trabalha a testemunha?"...

Onde e aonde 1) Por um lado, correspondendo ao advérbio latino "ubi" (com o significado de onde, no lugar em que), usa-se onde com verbos de acepção estática, que indicam permanência em algum lugar. Exs.: a) "Onde trabalha a testemunha?"...
Onde e aonde
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 20/8/2008

E nem

1) Tais palavras só podem vir juntas em seqüência, quando o e for conjunção e o nem for advérbio, exercendo cada uma, assim, sua própria função morfológica. Ex.: "O ordenamento jurídico busca a realização da justiça e nem sempre con...

1) Tais palavras só podem vir juntas em seqüência, quando o e for conjunção e o nem for advérbio, exercendo cada uma, assim, sua própria função morfológica. Ex.: "O ordenamento jurídico busca a realização da justiça e nem sempre con...
E nem
Não há mais resultados para serem exibidos.