O que saiu em Migalhas sobre Joao Pereira Monteiro Neto

O que saiu em Migalhas sobre Joao Pereira Monteiro Neto

João Pereira Monteiro Neto

Migalheiro desde julho/2017.

/depeso
sexta-feira, 3/4/2020

Carreiras Típicas de Estado

Por uma proposta conceitual

... funções. _____________________________________________________________________ *João Pereira Monteiro Neto é mestre (USP) e especialista (IDP) em Direito Processual Civil. Membro do escritório Torreão Braz Advogados. *Vitor Candido Soares é graduado em...
/amanhecidas
sexta-feira, 3/4/2020

MIGALHAS nº 4.825

Informações jurídicas de sexta-feira, 03 de abril de 2020.

Sexta-feira, 3 de abril de 2020 - Migalhas nº 4.825.Fechamento às 11h15.  RegistroMigalhas anuncia que, a partir de hoje, conta com mais um Apoiador:Marcelo Leonardo Advogados (Clique aqui)   "O melhor meio de ser bem servido, é servir bem."Luís...
/depeso
segunda-feira, 20/5/2019

Gestão centralizada de aposentadorias e pensões do RPPS

Considerações gerais sobre o decreto 9.498/18.

... gestão.  _____________ *João Pereira Monteiro Neto é mestre (USP) e especialista (IDP) em direito processual, membro do escritório Torreão Braz Advogados.
/amanhecidas
segunda-feira, 20/5/2019

MIGALHAS nº 4.605

Informações jurídicas de segunda-feira, 20 de maio de 2019.

Segunda-feira, 20 de maio de 2019 - Migalhas nº 4.605.Fechamento às 11h11. "Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,Muda-se o ser, muda-se a confiança;Todo o mundo é composto de mudança,Tomando sempre novas qualidades." Luís...
/depeso
segunda-feira, 17/7/2017

"Representação" sui generis coletiva?

Reflexões iniciais sobre o julgamento do Tema de Repercussão Geral 499

...membros. ____________________ *João Pereira Monteiro Neto é mestre em direito processual (USP). Especialista em direito processual civil (IDP). Membro do escritório Torreão Braz Advogados.
/amanhecidas
segunda-feira, 17/7/2017

MIGALHAS nº 4.154

Informações jurídicas de segunda-feira, 17 de julho de 2017.

...Diante da decisão, o advogado João Pereira Monteiro Neto, da banca Torreão Braz Advogados, questiona: se mantida a conclusão adotada, haveria ensejo à concepção de uma sui generis hipótese de "representação" processual...
Não há mais resultados para serem exibidos.