O que saiu em Migalhas sobre José Pastore
Migalhas

O que saiu em Migalhas sobre José Pastore

Veja o que saiu no Migalhas sobre José Pastore
José Pastore

José Pastore

Migalheiro desde março/2009.

Consultor em relações do trabalho do CAESP - Conselho Arbitral do Estado de São Paulo.

/amanhecidas
quinta-feira, 30/7/2020

MIGALHAS nº 4.905

Informações jurídicas de quinta-feira, 30 de julho de 2020.

...o Bertaiolli e do professor José Pastore. A mediação foi compartilhada entre o CEO do CIEE, Humberto Casagrande e o superintendente Nacional de Operações do CIEE, Marcelo Gallo. O evento pode ser conferido na íntegra. (Clique aqui) Viva Evento:...
MIGALHAS nº 4.905
/coluna/porandubas-politicas
quarta-feira, 15/7/2020

Porandubas nº 674

Com a sensação de que o país começa a viver um clima menos pesado nos últimos dias, Gaudêncio Torquato traz um panorama geral da pandemia.

... finanças. Bom pensador. 13. José Pastore – Um iluminado analista das questões do trabalho. Um sábio. 14. Dom Fernando Figueiredo – O bispo da Zona Sul com sua simplicidade para levar Deus aos mais carentes. Simpatia irradiante. 15. Luiz Carlos...
Porandubas nº 674
/depeso
quarta-feira, 11/9/2019

Sobre “modernização das relações de trabalho”, “altos estudos”, “pacotes” e o percurso consciente em direção à barbárie

O que devemos nos perguntar é se estamos mesmo dispostos a chegar ao fundo do poço, para só então começarmos a agir na direção de um recomeço, ou se estamos dispostos a frear essa queda, pois, diante de todos os fatos já vivenciados, não se...

... 90, ficaram por conta de José Pastore as críticas mais severas aos direitos trabalhistas. Dizia ele: “Convenhamos: a CLT e a Justiça do Trabalho têm mais de 50 anos. Elas foram criadas para um mundo fechado e para uma economia protegida contra...
Sobre “modernização das relações de trabalho”, “altos estudos”, “pacotes” e o percurso consciente em direção à barbárie
/depeso
segunda-feira, 12/11/2018

A primeira reforma de Bolsonaro

A PEC 287/17 não contempla o que se faz necessário, o que, se não for mudada, criará graves problemas para o financiamento da previdência social.

...reformas de 2019. __________ *José Pastore é membro do Comitê de Ética do CAESP - Conselho Arbitral do Estado de São Paulo.
A primeira reforma de Bolsonaro
/amanhecidas
segunda-feira, 12/11/2018

MIGALHAS nº 4.480

Informações jurídicas de segunda-feira, 12 de novembro de 2018.

...(reforma da Previdência), José Pastore, membro do Comitê de Ética do CAESP - Conselho Arbitral do Estado de São Paulo, fala da nova realidade no mundo do trabalho: os profissionais autônomos. (Clique aqui) Sinistralidade...
MIGALHAS nº 4.480
/depeso
quarta-feira, 7/11/2018

Nova política e novo sindicato

Não há dúvida: os sindicatos terão de se reinventar, especialmente no Brasil com o fim da contribuição sindical obrigatória.

...obrigatória. __________ *José Pastore é membro do Conselho de Ética do CAESP - Conselho Arbitral do Estado de São Paulo.
Nova política e novo sindicato
/amanhecidas
quarta-feira, 7/11/2018

MIGALHAS nº 4.477

Informações jurídicas de quarta-feira, 7 de novembro de 2018.

...Amparado por esta premissa, José Pastore, membro do conselho de ética do CAESP - Conselho Arbitral do Estado de São Paulo, trata dos sindicatos laborais diante as mudanças no mundo do trabalho. (Clique aqui) Carga...
MIGALHAS nº 4.477
/depeso
quinta-feira, 11/10/2018

O desemprego e a reforma trabalhista

A reforma trabalhista não tem nada que ver com o desemprego e a informalidade reinantes.

A reforma trabalhista não tem nada que ver com o desemprego e a informalidade reinantes.
O desemprego e a reforma trabalhista
/amanhecidas
quinta-feira, 11/10/2018

MIGALHAS nº 4.460

Informações jurídicas de quinta-feira, 11 de outubro de 2018.

...trabalhista é o tema em debate por José Pastore, membro do Conselho de Ética do CAESP - Conselho Arbitral do Estado de São Paulo. (Clique aqui) Semanário migalheiro Confira as matérias mais lidas nesta semana em...
MIGALHAS nº 4.460
/depeso
segunda-feira, 17/9/2018

Os fiscais da lei do MP estão acima da lei?

Rodrigo Siqueira de Andrade

Está na hora de quebrar o tabu e falar sobre isso e mostrar que, ao contrário do senso comum que se propagou com os inegáveis avanços no combate a corrupção, as instituições no Brasil não estão funcionando tão bem assim.

...Judiciário brasileiro, segundo José Pastore3, se caracteriza por muitos funcionários, grandes despesas, enorme lentidão e baixo poder de conciliação dos conflitos. Segundo ele, apenas 12% dos processos foram resolvidos...
Os fiscais da lei do MP estão acima da lei?
/depeso
quinta-feira, 13/9/2018

Remuneração e desempenho do Judiciário

A boa Justiça é a que tem previsibilidade, rapidez e retorno positivo. Isso é fundamental para o bom funcionamento da economia e da sociedade.

...ideias? ______________ *José Pastore é membro do Conselho de Ética do CAESP - Conselho Arbitral do Estado de São Paulo.
Remuneração e desempenho do Judiciário
/amanhecidas
quinta-feira, 13/9/2018

MIGALHAS nº 4.440

Informações jurídicas de quinta-feira, 13 de setembro de 2018.

...do Estado de São Paulo, José Pastore fala sobre remuneração e desempenho do Judiciário. (Clique aqui) QR code - Petições judiciais A partir do cenário tecnológico, os advogados Marcelo Mazzola e Vitor Galvêas, do...
MIGALHAS nº 4.440
/depeso
segunda-feira, 16/7/2018

Previdência Social: indo além da reforma

É imenso o número de medidas simples que podem e devem ser tomadas no âmbito da gestão dos benefícios para melhor atender os empregados e as empresas, o que, no fim das contas, redundará em grandes economias para a Previdência Social.

...esforço. ______________*José Pastore é membro do Conselho de Ética do CAESP - Conselho Arbitral do Estado de São Paulo.
Previdência Social: indo além da reforma
/amanhecidas
segunda-feira, 16/7/2018

MIGALHAS nº 4.398

Informações jurídicas de segunda-feira, 16 de julho de 2018.

...aqui) Previdência social José Pastore (CAESP - Conselho Arbitral do Estado de São Paulo) pontua medidas que podem ser introduzidas no sistema de concessão de benefícios para diminuir as despesas do INSS. (Clique aqui)...
MIGALHAS nº 4.398
/depeso
sexta-feira, 17/11/2017

Em defesa da Justiça do Trabalho

Ou se valoriza a Justiça do Trabalho, ou acaba-se com ela porque está atrapalhando o lucro.

...Mentira, como bem evidenciou José Pastore, em artigo recentemente publicado no Correio Braziliense, na América Latina quase todos os países possuem Justiça trabalhista. Na Europa é ela existente na Alemanha, Finlândia,...
Em defesa da Justiça do Trabalho
/amanhecidas
terça-feira, 16/5/2017

MIGALHAS nº 4.112

Informações jurídicas de terça-feira, 16 de maio de 2017.

...Trabalho da FecomercioSP, José Pastore. (Clique aqui) Vitor Andrade, sócio do LTSA Advogados, fará a abertura do "Customer Services Summit 2017", que acontece entre os dias 17 e 18/5, em SP. No evento, Vitor fala sobre...
MIGALHAS nº 4.112
/coluna/porandubas-politicas
quarta-feira, 29/3/2017

Porandubas nº 523

A trajetória da terceirização no Congresso até se chegar ao PL 4.302/98.

A trajetória da terceirização no Congresso até se chegar ao PL 4.302/98.
Porandubas nº 523
/coluna/porandubas-politicas
quarta-feira, 21/12/2016

Porandubas nº 513

2016 foi um ano decisivo, "o ano em que o Judiciário atingiu o clímax de sua ação". O que esperar de 2017/2018?

...Conselheiro do Trabalho : José Pastore - FEA-USP 16. Ministros de boa safra : Bruno Araujo (Cidades) e Mendonça Filho (Educação) 17. Um século de vida : Chiquita Torquato, minha mãe, que fez 100 anos 18. Um editor da...
Porandubas nº 513
/depeso
quinta-feira, 17/11/2016

A insegurança jurídica nas relações do trabalho – Custo transacional incalculável?

Ana Paula Balhes Caodaglio

Na prática, fica ao critério subjetivo do auditor fiscal determinar, sem critério pré estabelecido, qual a situação grave e eminente que coloque em risco a saúde do trabalhador.

...artigo 5º da Carta Magna.__________ 1 José Pastore, Economista, Professor da USP e Presidente do Conselho de Emprego e Relações do Trabalho da FECOMERCIO-SP, in "O Estado de São Paulo", caderno Economia, p. B5,...
A insegurança jurídica nas relações do trabalho – Custo transacional incalculável?
Não há mais resultados para serem exibidos.