O que saiu em Migalhas sobre Juliana De Oliveira Cavallari

O que saiu em Migalhas sobre Juliana De Oliveira Cavallari

/amanhecidas
quinta-feira, 30/6/2016

MIGALHAS nº 3.894

Informações jurídicas de quinta-feira, 30 de junho de 2016.

...2016. Segundo a advogada Juliana de Oliveira Cavallari (Nelson Wilians & Advogados Associados), os entendimentos favoráveis à Geap refletem o amadurecimento da questão no âmbito judicial, "ao reconhecerem a necessidade e...
/depeso
quarta-feira, 29/6/2016

Vara de Fazenda Pública de Santa Catarina reconhece a legalidade do reajuste de 37,55% dos planos de saúde operados pela Geap

Juliana de Oliveira Cavallari

Decisão foi proferida na semana passada em duas ações ajuizadas por sindicatos.

...Pernambuco. ____________ *Juliana de Oliveira Cavallari é advogada do escritório Nelson Wilians & Advogados Associados.
/quentes
terça-feira, 12/4/2016

Mantido reajuste de 37,55% nos planos de saúde da operadora GEAP

Desembargador entendeu que reajuste é lícito, desde que esteja previsto no contrato.

...excessiva".Distribuição de custosA advogada Juliana de Oliveira Cavallari, do escritório Nelson Wilians & Advogados Associados, esclareceu que o percentual de custeio dos planos de saúde "foi fixado em estrito cumprimento...
/depeso
sexta-feira, 1/4/2016

GEAP: a ausência de abusividade do percentual de custeio fixado na resolução GEAP/Conad nº 99/2015

Gabrielle Figueiredo de França, Juliana de Oliveira Cavallari e Fernando Henrique de Santos Souza Melo

As mensalidades foram determinadas de acordo com cálculo atuarial, considerando-se uma série de fatores econômicos e financeiros.

...beneficiários. ____________ *Gabrielle Figueiredo de França, Juliana de Oliveira Cavallari e Fernando Henrique de Santos Souza Melo são advogados da banca Nelson Wilians & Advogados Associados.
/amanhecidas
sexta-feira, 1/4/2016

MIGALHAS nº 3.833

Informações jurídicas de sexta-feira, 1º de abril de 2016.

...Gabrielle Figueiredo de França, Juliana de Oliveira Cavallari e Fernando Henrique de Santos Souza Melo (Nelson Wilians & Advogados Associados) elencam uma série de argumentos para sustentar que não há abusividade na...
Não há mais resultados para serem exibidos.