O que saiu em Migalhas sobre Luiz Flávio Gomes

O que saiu em Migalhas sobre Luiz Flávio Gomes

/depeso
terça-feira, 5/11/2013

Violência doméstica contra homens

À semelhança do que ocorria com as mulheres, os homens tendem a esconder ou disfarçar essa situação.

...alcançar ambos os sexos. Luis Flavio Gomes entende por essa extensão desde que se constate alguma analogia fática, impondo-se a analogia in bonam partem. Pessoalmente, este articulador partilha da opinião daqueles que...
/quentes
quarta-feira, 21/10/2009

Poder Executivo já fez diversas tentativas para alterar o CPP

Foi prorrogado o prazo para que a Comissão temporária do Senado que examina o projeto de reforma do CPP entregue o parecer final. Em diversas ocasiões, o Poder Executivo fez tentativas para alterar o CPP.

Poder Executivo ja fez diversas tentativas para alterar o CPP Foi prorrogado o prazo para que a Comissao temporaria do Senado que examina o projeto de reforma do CPP entregue o parecer...
/quentes
quarta-feira, 27/2/2008

Folha de S.Paulo X Igreja Universal do Reino de Deus

Folha de S.Paulo X Igreja Universal do Reino de Deus Nos ultimos dias acompanhamos uma calorosa discussao entre varios veiculos da imprensa e a Igreja Universal. O caso comecou em 15 de dezembro passado, quando a Folha de S.Pa...

Folha de S.Paulo X Igreja Universal do Reino de Deus Nos ultimos dias acompanhamos uma calorosa discussao entre varios veiculos da imprensa e a Igreja Universal. O caso comecou em 15 de dezembro passado, quando a Folha de S.Pa...
/depeso
sexta-feira, 30/3/2007

O art. 28 da nova lei de tóxicos na visão do Supremo Tribunal Federal

Uma das questões propostas pela nova Lei de Tóxicos determina saber se ocorreu ou não descriminalização, diante do novo tratamento penal conferido às condutas reguladas no art. 28 (caput e § 1º).

Uma das questões propostas pela nova Lei de Tóxicos determina saber se ocorreu ou não descriminalização, diante do novo tratamento penal conferido às condutas reguladas no art. 28 (caput e § 1º).
/quentes
segunda-feira, 3/10/2005

Erro judiciário liberta assassino já condenado

Erro judiciario Uma falha de comunicacao entre o TJ/SP e o STF colocou nas ruas Jose Roberto Garcia, condenado a 17 anos por homicidio triplamente qualificado. Veja abaixo na integra materia publicada no jornal Estado d...

Erro judiciario Uma falha de comunicacao entre o TJ/SP e o STF colocou nas ruas Jose Roberto Garcia, condenado a 17 anos por homicidio triplamente qualificado. Veja abaixo na integra materia publicada no jornal Estado d...
Não há mais resultados para serem exibidos.