O que saiu em Migalhas sobre Mário Barreto Corrêa Lima
Migalhas

O que saiu em Migalhas sobre Mário Barreto Corrêa Lima

/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 15/1/2020

Porém – No meio da frase? E com vírgula?

Porém – No meio da frase? E com vírgula?

... direto não é expletiva" (Mário Barreto). 6) Ainda para refutar esse ensinamento, traz-se a lição de Silveira Bueno: "O ensino geral de que as orações adversativas não podem começar pela conjunção porém, devendo esta vir sempre depois das primeiras...
Porém – No meio da frase? E com vírgula?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 8/1/2020

É proibido – Como concordar?

É proibido – Como concordar? O Professor esclarece.

... preferência à lição de Mário Barreto: "Não se diga que a língua portuguesa não tem gênero neutro; diga-se antes que nela há o neutro, mas que a sua forma se confundiu com a do masculino. Em português, como em toda língua, o neutro distingue-se,...
É proibido – Como concordar?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 4/11/2015

Ressabido – Existe?

Ressabido – Existe? O Professor esclarece a dúvida.

...de novas palavras e invocando lição de Mário Barreto, assevera Cândido Jucá Filho que o re, em casos como refulgente e retolo, é "prefixo enfatizante". 5) Edmundo Dantès Nascimento traz, em abono do emprego desse...
Ressabido – Existe?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 19/8/2015

Resultar provado – Está correto?

Resultar provado – Está correto? O Professor esclarece a dúvida.

Resultar provado – Está correto? O Professor esclarece a dúvida.
Resultar provado – Está correto?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 21/1/2015

A presidente ou a presidenta?

A presidente ou a presidenta? O Professor esclarece a dúvida.

A presidente ou a presidenta? O Professor esclarece a dúvida.
A presidente ou a presidenta?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 17/12/2014

Propositadamente ou Propositalmente?

Propositadamente ou Propositalmente? O Professor esclarece a dúvida.

...um lado, lembra lição de Mário Barreto, de importância para o caso: "Rui Barbosa, na sua brilhante Réplica, provou a ilegitimidade vernácula de proposital e de propositalmente. O que é português é propositado e...
Propositadamente ou Propositalmente?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 29/10/2014

Não obstante – Está correto?

Não obstante – Está correto? O Professor esclarece a questão.

...que, lembrando lição de Mário Barreto, que se abona com um passo do Padre Manuel Bernardes: "Aos sábados era certo na ladainha, não obstante que a freguesia lhe ficava longe do campo onde morava". 7) Ao rejeitar o emprego...
Não obstante – Está correto?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 1/10/2014

Bater, Dar e Soar – Como concordar?

Bater, Dar e Soar – Como concordar? O Professor esclarece a questão.

...sintetizar com a lição de Mário Barreto, para quem tais verbos podem, nessa estrutura, empregar-se: a) "Como transitivos (diretos) e com a palavra relógio como sujeito". Exs.: "Nisto, deu três horas o relógio da botica"...
Bater, Dar e Soar – Como concordar?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 11/6/2014

Dar luz ao filho ou Dar à luz o filho?

Dar luz ao filho ou Dar à luz o filho? O Professor esclarece a dúvida.

...Fernandes. 6) Em corroboração, Mário Barreto até mesmo lembra que, em francês, se diz: "Sa mère, morte en lui donnant le jour", o que quer dizer "sua mãe, que morrera ao dá-lo à luz". E leciona tal gramático que esse...
Dar luz ao filho ou Dar à luz o filho?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 9/4/2014

Longe

Existe plural para a palavra "longe"? O Professor esclarece a dúvida.

...Atente-se, a respeito, à lição de Mário Barreto: a) "Longe pode ser adjetivo plural com o substantivo terra"; b) "Longe pode ainda ser advérbio: 'A trovoada anda longe'"; c) Também pode ser "adjetivo substantivado por...
Longe
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 18/9/2013

O de que – Está correto?

O Professor esclarece dúvida sobre o uso de "o de que".

...Um consulente escrevia a Mário Barreto, assinalando estarem erradas as seguintes frases: a) "Um punhal foi do que se valeu o assassino"; b) "Do que se trata agora é de sair daqui". 2) Assinalava o subscritor da missiva a...
O de que – Está correto?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 8/5/2013

Para que (se) pudesse (se) inscrever(-se)

Partindo do princípio de que as conjunções subordinativas obrigam a colocação do pronome pessoal oblíquo átono em próclise, o Professor explica como, na locução verbal, funciona essa regra de atração.

...espécies de locução verbal, Mário Barreto, por primeiro, deixa clara a possibilidade de emprego de ênclise ao infinitivo. 24) Ao depois, ressalva de modo taxativo a correção de uso da ênclise ao auxiliar, argumentando...
Para que (se) pudesse (se) inscrever(-se)
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 1/8/2012

Adentrar, Adentrar em ou Adentrar-se em?

Adentrar, Adentrar em ou Adentrar-se em? O Professor esclarece a dúvida.

...significativo exemplo de Mário Barreto: "À maneira que no país destes profanos eu me adentrava...". _______________ 1 Cf. LUFT, Celso Pedro. Dicionário Prático de Regência Verbal. 8. ed. São Paulo: Ática,...
Adentrar, Adentrar em ou Adentrar-se em?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 14/12/2011

A mim me parece

A mim me parece 1) É correta a repetição, em pleonasmo, de um pronome pessoal oblíquo átono por um tônico. Exs.: a) "A mim me parece que o recurso é intempestivo"; b) "A ela, não lhe ficou a ideia de que estavam dizendo a ver...

...relevo à ideia"1. 3) Mário Barreto, em corroboração, leciona que "uma boa coleção de pleonasmos possui a língua portuguesa na combinação das formas pronominais, tônicas e atônicas, podendo o pronome absoluto preceder o...
A mim me parece
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 3/6/2009

Subscrevemos-nos ou subscrevemo-nos ?

Verbo seguido de pronome 1) Da conjugação de um verbo seguido de pronome pessoal oblíquo átono, podem surgir associações que vale a pena observar. 2) Assim, se o verbo termina por vogal e é seguido de o, a, os, as, a junção ...

Verbo seguido de pronome 1) Da conjugação de um verbo seguido de pronome pessoal oblíquo átono, podem surgir associações que vale a pena observar. 2) Assim, se o verbo termina por vogal e é seguido de o, a, os, as, a junção ...
Subscrevemos-nos ou subscrevemo-nos ?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 11/2/2009

Bacharela

Bacharela 1) Silveira Bueno entende que tal substantivo é comum-de-dois, de modo que a mesma forma seria usada no masculino e no feminino, apenas se alterando o artigo: o bacharel, a bacharel.1 2) Também optando por cons...

Bacharela 1) Silveira Bueno entende que tal substantivo é comum-de-dois, de modo que a mesma forma seria usada no masculino e no feminino, apenas se alterando o artigo: o bacharel, a bacharel.1 2) Também optando por cons...
Bacharela
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 24/9/2008

Emprestar

1) Domingos Paschoal Cegalla, que vê em tal verbo apenas a acepção de ceder por algum tempo, gratuitamente ou não, entende que "não é bom português empregar este verbo na acepção de pedir ou tomar emprestado".1 2) Josué Mac...

1) Domingos Paschoal Cegalla, que vê em tal verbo apenas a acepção de ceder por algum tempo, gratuitamente ou não, entende que "não é bom português empregar este verbo na acepção de pedir ou tomar emprestado".1 2) Josué Mac...
Emprestar
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 15/8/2007

Intimem-se-as

1) Se se diz "Intimem-se as partes", o que se tem é uma frase reversível, que também pode ser dita assim: "As partes sejam intimadas". 2) E, como na frase do modelo ("Aluga-se uma casa"), podem-se extrair as seguintes c...

1) Se se diz "Intimem-se as partes", o que se tem é uma frase reversível, que também pode ser dita assim: "As partes sejam intimadas". 2) E, como na frase do modelo ("Aluga-se uma casa"), podem-se extrair as seguintes c...
Intimem-se-as
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 20/6/2007

Dentro em

1) Embora dentro de seja a construção mais comum na atualidade, João Ribeiro também justifica o emprego de dentro em, observando que esta última é a sintaxe mais freqüente nos autores antigos.1 2) Eduardo Carlos Pereira, sem restriçõ...

1) Embora dentro de seja a construção mais comum na atualidade, João Ribeiro também justifica o emprego de dentro em, observando que esta última é a sintaxe mais freqüente nos autores antigos.1 2) Eduardo Carlos Pereira, sem restriçõ...
Dentro em
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 7/2/2007

Senão

1) Há de se escrever uma só palavra, quando significar do contrário, mas, a não ser, mas também. Exs.: a) "Senhor advogado, não insista em perguntas tendenciosas, senão elas serão indeferidas" (do contrário); b) "A advertênc...

1) Há de se escrever uma só palavra, quando significar do contrário, mas, a não ser, mas também. Exs.: a) "Senhor advogado, não insista em perguntas tendenciosas, senão elas serão indeferidas" (do contrário); b) "A advertênc...
Senão
Não há mais resultados para serem exibidos.