quarta-feira, 28 de outubro de 2020

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

Reunião anual de sócios

Reuniões deverão ocorrer todo ano, em até quatro meses após o encerramento do exercício social da sociedade.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

A legislação brasileira determina que, anualmente, os sócios das sociedades empresárias, como as anônimas1 e as limitadas2, bem como os sócios de sociedades simples, organizadas sob um dos tipos societários previstos no Código Civil3, reúnam-se, em caráter obrigatório, para discussão e deliberação relativa às demonstrações financeiras e resultados econômicos levantados pela contabilidade sobre o último exercício social em que atuou a administração da sociedade.

Tais reuniões deverão ocorrer todo ano, em até quatro meses após o encerramento do exercício social da sociedade4, o que, em geral, coincide com o ano civil. Em outras palavras, costuma-se realizar tal reunião e fazer a aprovação das contas da administração até o mês de abril de cada ano.

As atas dessas reuniões realizadas pelos sócios serão arquivadas, no caso de sociedades empresárias, perante a Junta Comercial do estado em que se encontra a sede da sociedade, e no caso de sociedades simples, no cartório em que se encontram registrados seus atos constitutivos e demais alterações.

A lei das Sociedades Anônimas exige também que tais atas sejam posteriormente publicadas no Diário Oficial do Estado e em jornal de grande circulação na região de sua sede5.

Ainda, antes mesmo da ocorrência da reunião e do registro da ata, a lei impõe a necessidade de publicar as demonstrações financeiras nos mesmos jornais anteriormente mencionados, e arquivar ambas as publicações na Junta Comercial junto com as atas das respectivas reuniões6.

Por fim, com relação às sociedades anônimas, importante atentar para a exceção feita pela lei, que dispensa a companhia fechada com menos de vinte acionistas e patrimônio líquido inferior a um milhão de reais de publicar as demonstrações financeiras e balanço patrimonial.

A lei não estabelece nenhuma forma de sanção às empresas que deixam de registrar, tempestivamente, a aprovação do balanço patrimonial. Entretanto, terceiros e sócios minoritários poderão alegar prejuízo em razão da falta de oportunidade de análise das contas e lucros da sociedade da qual participam. Ainda, o descumprimento dessa obrigação pode ensejar a responsabilidade civil dos administradores em virtude do prejuízo causado à sociedade e aos sócios pela falta de arquivamento e publicação das deliberações financeiras da sociedade.

_____________

1 - Art. 176 da lei 6.404/76: "Ao fim de cada exercício social, a diretoria fará elaborar, com base na escrituração mercantil da companhia, as seguintes demonstrações financeiras (...): I - balanço patrimonial; II - demonstração dos lucros ou prejuízos acumulados; III - demonstração do resultado do exercício; e IV - demonstração dos fluxos de caixa; (...) "

2 - Art. 1.072 da Lei 10.406/02: "As deliberações dos sócios, obedecido o disposto no art. 1.010, serão tomadas em reunião ou em assembleia, conforme previsto no contrato social, devendo ser convocadas pelos administradores nos casos previstos em lei ou no contrato."

3 - Art. 983. A sociedade empresária deve constituir-se segundo um dos tipos regulados nos arts. 1.039 a 1.092; a sociedade simples pode constituir-se de conformidade com um desses tipos, e, não o fazendo, subordina-se às normas que lhe são próprias

4 - Art. 1.078 da Lei 10.406/02: "A assembleia dos sócios deve realizar-se ao menos uma vez por ano, nos quatro meses seguintes à ao término do exercício social, com o objetivo de: I - tomar as contas dos administradores e deliberar sobre o balanço patrimonial e o de resultado econômico; II - designar administradores, quando for o caso; III - tratar de qualquer outro assunto constante da ordem do dia (...)".

5 - Artigo 289 da Lei 6.404/76: "As publicações ordenadas pela presente Lei serão feitas no órgão oficial da União ou do Estado ou do Distrito Federal, conforme o lugar em que esteja situada a sede da companhia, e em outro jornal de grande circulação editado na localidade em que está situada a sede da companhia.".

6 - Artigo 133 da lei 6.040/76

_____________

*André de Almeida e Dmitrii Petrovich são advogados da banca Almeida Advogados.

_____________

Atualizado em: 5/2/2015 12:26

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

AUTORES MIGALHAS VIP

Valmir Pontes Filho

Migalheiro desde 2004

Lenio Luiz Streck

Migalheiro desde 2005

Jones Figueirêdo Alves

Migalheiro desde 2011

Anna Carolina Venturini

Migalheira desde 2014

Sérgio Roxo da Fonseca

Migalheiro desde 2004

René Ariel Dotti

Migalheiro desde 2006

Vantuil Abdala

Migalheiro desde 2008

Gilberto Giusti

Migalheiro desde 2003

Abel Simão Amaro

Migalheiro desde 2004

Antonio Pessoa Cardoso

Migalheiro desde 2004

Marco Aurélio Mello

Migalheiro desde 2014

Teresa Arruda Alvim

Migalheira desde 2006

Publicidade