sábado, 5 de dezembro de 2020

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

Adoção à brasileira e os novos rumos da jurisprudência

Ingrid Juliane dos Santos Ferreira

Houve uma grande mudança nos paradigmas da adoção, graças a uma primazia do vínculo afetivo em detrimento do biológico

terça-feira, 2 de junho de 2015

RESUMO: O presente artigo busca analisar as mudanças em relação ao tratamento dado à adoção à brasileira durante os últimos tempos através da análise da jurisprudência. Tal adoção é ilegal no ordenamento jurídico brasileiro, contudo, é demasiadamente praticada no país. Observa-se que, após o advento do Estatuto da Criança e do Adolescente, do princípio do melhor interesse da criança e do advento do novo Código Civil de 2002 e da Lei Nacional 12.010/09, houve uma grande mudança nos paradigmas da adoção, graças a uma primazia do vínculo afetivo em detrimento do biológico, que corrobora significativamente para a ocorrência de tal prática ilegal, assim como a sua não punição.

Para conferir na íntegra, clique aqui.

___________

*Ingrid Juliane dos Santos Ferreira é graduanda em Direito pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho".

Atualizado em: 3/6/2015 10:51

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

AUTORES MIGALHAS VIP

Ronaldo de Jesus

Migalheiro desde 2019

Maria Berenice Dias

Migalheira desde 2002

Guilherme Alberge Reis

Migalheiro desde 2020

Gisele Nascimento

Migalheira desde 2017

Ricardo Penteado

Migalheiro desde 2008

Vantuil Abdala

Migalheiro desde 2008

Teresa Arruda Alvim

Migalheira desde 2006

Fernando Salzer e Silva

Migalheiro desde 2016

Márcio Aguiar

Migalheiro desde 2020

Publicidade