quarta-feira, 25 de novembro de 2020

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

De volta para o futuro!

Quando chegamos ao presente, vemos que o futuro já passou, com mais ou menos inovações do que o planejado ou sonhado.

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Desde o passado o homem se prepara para o futuro. E imagina como esse tempo será, cheio de novidades, inovações e coisas que a princípio parecem surreais. Quando chegamos ao presente, vemos que o futuro já passou, com mais ou menos inovações do que o planejado ou sonhado. Ainda não temos Rose como os Jetsons tinham, nem carros que voam ou outras engenhocas, mas em pouco tempo teremos carros que dirigem sem motoristas e outras inovações que nos parecem intangíveis.

Assim, esse ciclo de passado, presente, futuro e inovação nunca cessa. Isso ocorre devido à necessidade de adaptação, novidade e curiosidade intrínsecas ao ser humano. Essas necessidades e características humanas fizeram com que o mundo mudasse e que superássemos em aspectos positivos e negativos, por exemplo, a teoria de Darwin.

São com as inovações, portanto e com o desejo de superar o passado e o presente, que chegamos onde chegamos e que estamos galgando para aquilo que ainda será... Inventamos vacinas e aparelhos que curam, mas também armas que devastam.

Hoje temos uma série de empregos que eram inexistentes nos séculos passados, que aniquilaram funções das quais nem mais lembramos, e assim, os empregos de hoje sofrerão a mesma sorte dos postos passados.

Não dependemos tão e somente das condições naturais para plantar e temos abundância em alimentos o ano todo suficiente para erradicar a subnutrição e a fome. Ao mesmo tempo em que muito do sabor e da saúde dos alimentos hoje são questionáveis, bem como há em alguns lugares do globo - ou até mesmo ao lado de nossas casas - onde as pessoas ainda passam fome.

Tivemos a clonagem como fonte de cura e hoje contamos com as impressoras 3D, que sabe-se lá o que elas ainda poderão produzir. E assim por diante podemos elencar uma série de benefícios que as inovações nos trouxeram e os malefícios causados por aqueles que decidiram não empregar bem essas ricas ferramentas.

Entretanto, não é sobre os malefícios que devemos nos atentar. Embora eles sejam importantes para observarmos e questionarmos para que determinados erros não sejam repetidos, devemos nos atentar para os seus aspectos positivos, que culminam na necessidade de inovar para superar a "atual" crise.

Aliás, inovação e crise sempre caminharam juntas. Perceberam? Talvez seja o inconformismo de estar no presente que gere isso. No presente sim, pois o passado e o futuro nunca representam dificuldades ou crises, pois ou é superado ou é inexistente. Inovamos, também, pelo desejo de sair do passado, mas para isso se faz necessário trabalhar muito com o presente e com nossas futuras gerações. Devemos implementar desde sempre a educação e a cultura de inovação nas escolas e universidades. Devemos apoiar nossos alunos e conduzi-los a um caminho que leve o benefício a toda humanidade e prepararmos para o futuro da melhor forma educando, também, aqueles que se tornarão passado.

Se desejamos superar o passado e enfrentar da melhor forma o futuro, precisamos estar atentos a dois fatores primordiais: educação e inovação.

____________________

*Clara Toledo Corrêa é advogada da Toledo Corrêa Marcas e Patentes.


Atualizado em: 15/9/2017 10:28

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

AUTORES MIGALHAS VIP

Guilherme Alberge Reis

Migalheiro desde 2020

Vantuil Abdala

Migalheiro desde 2008

Scilio Faver

Migalheiro desde 2020

Abel Simão Amaro

Migalheiro desde 2004

Marília Lira de Farias

Migalheira desde 2020

Miguel Reale Júnior

Migalheiro desde 2003

Rogério Pires da Silva

Migalheiro desde 2005

Sílvio de Salvo Venosa

Migalheiro desde 2019

Allan de Oliveira Kuwer

Migalheiro desde 2020

Celso Wanzo

Migalheiro desde 2019

André Lucenti Estevam

Migalheiro desde 2020

Carla Louzada Marques

Migalheira desde 2020

Publicidade