quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

Um hábil político na OAB

A boa política ensina todas essas regras, e torna o hábil político um elemento social importante.

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Na conduta dos seres humanos a marca importante é a diversidade - de caráter, personalidade, soluções para os problemas, simpatia, harmonia, neste tópico, muito importante para a convivência e a paz social. É ângulo difícil do comportamento, e talvez desejado por todos, ainda que muitos divirjam ou entrem em choque constante. Em geral, chamamos de político ou hábil articulador ou mestre na convivência. Não é fácil.

A boa política ensina todas essas regras, e torna o hábil político um elemento social importante.

Na sua distante e simpática cidade - Cruzeiro, no interior de São Paulo, Márcio Thomaz Bastos elegeu-se vereador. É a mais entranhada vida política, entre os seus vizinhos, munícipes, eleitores ou não. É necessária muita habilidade. Ele assim foi, e saindo da política partidária, foi um hábil político, um imenso articulador. Ouvia mais do que falava, mas falava ou respondia com precisão, exato na afirmação e no convencimento.

Na tribuna era imbatível. Lógica perfeita, sequência de pensamentos, conclusão precisa. Teve um grande modelo tributário - Valdir Troncoso Peres, homenagem especial da XXIII Conferência Nacional da Advocacia (30/11/17). Márcio nunca saiu da linha da advocacia criminal. Não se aventurou por outras áreas, nem semelhantes. Foi coerente.

Dividiu-se entre a advocacia criminal e a OAB.

Na OAB/SP (1983/1985) enfrentou turbulências políticas próprias da hora de transformações e do assentamento necessário para o restabelecimento pleno do estado de direito. Nesse quadro, participou ativamente da campanha das Diretas Já, coordenada no plano federal pelo presidente do Conselho Federal - Mário Sérgio Duarte Garcia, outro homenageado na XXIII Conferência Nacional, com honraria especial em outra publicação. Valeu a luta e a OAB/SP e o Conselho Federal entraram na história, não das Diretas, porque foram frustradas no Congresso, mas foi a semente da sua futura implantação.

Em 1985 ascendeu à vice-presidência do Conselho Federal. Convivemos, e senti a sua ascensão. Lutou pela transferência do Conselho Federal para Brasília, que vingou nesse período.

Chegou à Presidência (1987/1989) em período fértil, de grande participação na Constituinte. No corpo a corpo lutou pelo controle externo, como ele depõe:

"Basicamente, os interesses de frustrar a reforma do Poder Judiciário, que foi o que acabou acontecendo. Nós tínhamos um projeto de reforma do Judiciário que incluía algumas medidas que foram colocadas na Constituição e outras que ficaram de fora. Dentre estas, uma em especial, na nossa opinião, seria a chave da democratização desse Poder: era o estabelecimento do controle externo, já em 1987." (História da Ordem dos Advogados do Brasil, vol.7/196)

Participou ativamente, e conseguiu a redação do artigo 133 da Constituição (o advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei). Sobre o significado desse dispositivo constitucional, sustenta:

"Eu acho que esta condição da Ordem obedece a uma conjugação de fatores, a começar pelo artigo 133 da Constituição, que afirma ser o advogado à administração da Justiça - o que de fato é - e inviolável no exercício da sua função." (História da Ordem dos Advogados do Brasil, vol.7/200)

Ao presidir a XII Conferência Nacional, em Porto Alegre (1988) mostrou o mundo jurídico a importância das transformações necessárias (Aurélio Wander Bastos - A Ordem dos Advogados e o Estado Democrático de Direito (pg. 526).

Márcio Thomaz Bastos foi um elemento essencial na colaboração da OAB na construção de uma democracia, sem alarde, ou apego a qualquer ascensão política. Ele era o discreto administrador do silêncio ensurdecedor da classe na obtenção da liberdade, da plena democracia. Nisso tudo, foi um hábil político.

________

*Roberto Rosas é sócio da banca Rosas Advogados.



Atualizado em: 31/1/2018 10:50

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

AUTORES MIGALHAS VIP

Carla Domenico

Carla Domenico

Informativo Migalheira desde 2011
Justiliana Sousa

Justiliana Sousa

Informativo Migalheira desde 2020
René Ariel Dotti

René Ariel Dotti

Informativo Migalheiro desde 2006
Cesar de Lima e Silva

Cesar de Lima e Silva

Informativo Migalheiro desde 2019
Selma Ferreira Lemes

Selma Ferreira Lemes

Informativo Migalheira desde 2005
Scilio Faver

Scilio Faver

Informativo Migalheiro desde 2020
Marco Aurélio Mello

Marco Aurélio Mello

Informativo Migalheiro desde 2014
João Ibaixe Jr

João Ibaixe Jr

Informativo Migalheiro desde 2019
Fernando Salzer e Silva

Fernando Salzer e Silva

Informativo Migalheiro desde 2016
Italo Bondezan Bordoni

Italo Bondezan Bordoni

Informativo Migalheiro desde 2019
Nicole Cunha

Nicole Cunha

Informativo Migalheira desde 2021

Publicidade