segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

Autopromoção x informação: O posicionamento da marca pelo especialista da assessoria de imprensa e a interligação com redes sociais

A informação que interessa a um determinado setor é um caminho mais efetivo para você gerar valor ao seu público alvo, e agradar a audiência.

quarta-feira, 1 de julho de 2020

t

Existe uma interligação muito importante hoje dos projetos de relacionamento com a imprensa feito pelos jornalistas, que dão o posicionamento das marcas e porta-vozes, aos projetos de visibilidade e comunicação das redes sociais dos negócios, com o Design e o Inbound Marketing dos negócios. A assessoria de imprensa está treinada para conduzir o cliente às posições de liderança em suas áreas de atuação, sempre pela boa e consistente informação. Todo bom jornalista é um guardião da ética e da informação. A diferença entre você ter jornalista bem preparado de olho em suas redes sociais, a não ter, é o que vemos em alguns casos, profissionais de excelente nível sendo levados a projetos que incorrem no erro de se autopromover de maneira direta. É uma linha muito fina e tênue que irá determinar isso, é uma fina elegância ao qual só os jornalistas especialistas em comunicação corporativa estão treinados a trabalhar com essa perspectiva do que gera empatia.

O que vemos em projetos muitas vezes é que sem a formação técnica do jornalista, somada a experiência do trabalho em comunicação corporativa leva o cliente a um trabalho pouco consistente de posicionamento nas redes sociais atualmente. O diferencial do conteúdo que é gerado está entre você ter os especialistas em jornalismo, publicidade ou marketing unidos no mesmo projeto. Essa será a melhor equipe até porque, se você trabalha com uma assessoria de imprensa, sabe que do fruto desse trabalho de relacionamento com a mídia saem os melhores conteúdos para as redes sociais. Aí está a diferença entre uma marca falar bem de si próprio, a ter o aval de estar presente e fazer parte da discussão nos grandes veículos de comunicação e atrair a audiência e crescimento para as suas próprias redes.  

E a audiência se dá pela troca de informações enquanto a autopromoção pura e simplesmente levará a poucos e muitíssimos interessados em prestar a atenção em seu material. 

A informação que interessa a um determinado setor é um caminho mais efetivo para você gerar valor ao seu público alvo, e agradar a audiência. Todos devem ter suas redes sociais estruturadas hoje em dia. E, para cada tipo de negócio, tal rede terá mais efeito. Outro ponto importante para falar de marcas nesse momento. "De forma resumida existem dois tipos de empresários no Brasil: o que está preocupado apenas com o lucro, e o empreendedor que compreendeu que para ter um negócio sustentável e, alavancar, ele precisa entender melhor e tratar melhor todos os públicos. Pode ser um negócio pequeno, médio ou grande não importa o tamanho desde que queira se fortalecer. E hoje, com rede social você acaba com um negócio pequeno rápido, ou até um negócio grande se desgasta, a exemplo do que aconteceu recentemente com a tradicional  Bombril e com a malfadada marca Krespinha. Esse é o momento de saber como fazer, não é apenas o resultado que você tem, é o capitalismo de stakeholders: o dinheiro é a coisa mais importante, mas o empresário não pode ligar apenas para o resultado econômico que se tem. Cada vez vai ser mais importante que as pessoas possam saber como a sua empresa faz isso, a qualidade e o preparo do sistema. E, claro, estão todos mais expostos e serão mais julgados pelo que fazem também", opinião muito bem colocada pelo jornalista e professor de comunicação Luciano Feltrin, debatendo meu último texto publicado aqui nesse espaço.

As redes sociais são espaços alugados e, à World Wide Web.com, é o que temos de mais seguro portanto o seu site, é a sua casa própria. Para cada tipo de negócio, e de público alvo, uma rede será mais atraente ao seu público alvo. Redes sociais são projetos complementares e importantes, todos devem ter. Mas assim como o espaço alugado, as regras podem mudar de uma hora para outra, então, nunca deixe de cuidar e de nutrir a sua casa própria que é o seu site. Diferente das matérias jornalísticas que estão no ranking do google e permanecerão para sempre. O que os capitalistas americanos especializados em audiência de redes sociais dizem, em uma tradução livre: "o dinheiro vai para onde vai à atenção das pessoas, o dinheiro vai para onde vai a atenção das pessoas!!....".

O ativo importante é a atenção, mas você só irá conquistá-la com a boa informação, entregue conteúdo bom, promova identificação e, seja de qual área você for e em especial a jurídica, tenha um experiente e bom jornalista por perto para lhe conduzir a autoridade em sua área de atuação, com conteúdo, e sem autopromoção! Esse é o momento da comunicação construtiva e da transparência.  

___________

t*Luciana Juhas é jornalista e diretora da Galeria de Comunicações.

 

Atualizado em: 1/7/2020 09:25

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

Publicidade