terça-feira, 1 de dezembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Gestão

Expansão do mercado leva empresas a aderirem à governança corporativa

O crescimento e o consequente aumento da competitividade entre empresas devem ser levados em conta para adoção do processo.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

A expansão e aquecimento do mercado de TI levam empresas a aderirem à prática da governança corporativa. De acordo com a TWT INFO, o crescimento e o consequente aumento da competitividade entre empresas devem ser levados em conta para adoção do processo. Estudo recente realizado pelo IBGC - Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, a prática de governança evoluiu de forma significativa no Brasil entre 2003 e 2009, com maior conhecimento e aderência às melhores práticas.

A mudança na conduta de gestão das empresas é traduzida em números: de acordo com pesquisa Deloitte, de 2010, 27% das empresas que mais crescem no país consideraram aumentar o nível de governança corporativa nos últimos três anos e a previsão é que essa taxa suba para 53% em cinco anos, registrando aumento de 13% nos investimentos, devido ao cenário que se configura para o país.

A prática da governança corporativa está relacionada à gestão de uma organização, a relação com os acionistas, chamados shareholders, e as demais partes interessadas, os stakeholders, o que inclui clientes, funcionários, fornecedores, comunidade, entre outros.

De acordo com a psicóloga organizacional, Antonieta Rossi, a profissionalização e crescimento dessas empresas poderia garantir a autossuficiência do país em diversas frentes. "A governança corporativa é essencial para que os empreendedores não percam de vista sua estratégia inicial", explica.

A TWT INFO deu início ao processo de instalação de governança corporativa na empresa depois de apresentar taxa de expansão de 60% nos últimos três anos, no contexto da aceleração do mercado de TI. A empresa organiza a realização do primeiro comitê, iniciada pelo diretor operacional, Jacob Van Den Berg, que reunirá representantes de cada departamento da empresa para alinhamento de ações e expectativas. De acordo com ele, a empresa cresceu e aumentou a base ativa de clientes.

"Nossos clientes estão crescendo, criando organizações mais complexas de gestão e, consequentemente, ficando mais exigentes com nossos produtos. Tudo isso despertou na empresa a necessidade de se investir em governança corporativa", afirma Jacob.

Entre os fatores fundamentais para instalação do processo, estão a periodicidade, a participação de todas as áreas, o suporte da direção e a produção de uma documentação que detalhe todos os números da empresa para acompanhar o desempenho ao longo do processo. Entre o movimento que guia a adoção da governança corporativa, Jacob afirma que o processo começa pela definição da estratégia de governança, depois a consolidação da cultura na ideologia da empresa, busca pela liderança do mercado seguida da preocupação em manter a performance.

O principal, segundo o diretor de operações, é que a governança se fortaleça enquanto ideologia que está acima e é transmitida para quem está embaixo, ao mesmo tempo que possibilita que os que estão embaixo criem um canal de comunicação com todos os demais. "O mercado está muito competitivo e cheio. Dessa forma, não podemos perder o foco e a governança atua para que não percamos a direção. É preciso avaliar continuamente se a estratégia está no caminho certo", afirma Jacob.

________


Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 4/7/2012 09:24