quarta-feira, 25 de novembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Edil

12 prefeitos de SP foram formados pelas Arcadas

Fernando Haddad também representará a Faculdade de Direito no comando de SP.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Segundo levantamento feito pelo advogado Armando Marcondes Machado Junior, com a eleição de Fernando Haddad, 12 comandantes de SP foram formados pelas Faculdade de Direito do Largo S. Francisco. Veja abaixo:

Prefeito

Mandato

Antonio da Silva Prado
(Turma 1861)

Jan 1899/Jan 1911

Washington Luis Pereira de Sousa
(Turma 1891)

Ago 1919/Jan 1920

Alvaro Gomes da Rocha Azevedo
(Turma 1888)

Ago 1919/Jan 1920

Firmiano de Moraes Pinto (turma 1882)

Jan 1920/Jan 1926

José Joaquim Cardoso de Mello Neto
(Turma 1905)

Out 1930/Dez 1930

Goffredo Teixeira da Silva Telles
(Turma 1910)

Maio 1932/ Out 1932

Antonio Carlos de Assumpção
(Turma 1894)

Ago 1933/Set 1934

Paulo Lauro
(Turma 1932)

Ago 1947/Ago 1948

Linneu Prestes
(Turma 1932)

Fev 1950/Jan 1951

Janio da Silva Quadros
(Turma 1939)

Abr 1953/Jul 1954 e Jan 1986/Dez 1988

William Salem
(Turma 1946)

Jan 1955/Jul 1955

Fernando Haddad
(Turma 1985)

Jan 2013/

Além destes, o levantamento aponta que o site da prefeitura de SP menciona e considera outros antigos alunos das Arcadas que, em circunstâncias especiais, também exerceram a função por curto período. São eles: Paulo Barbosa de Campos Filho (turma 1923); Cantidio Nogueira Sampaio (turma 1949); João Brasil Vita e Regis Oliveira (Prof. Titular).

No último domingo, o Estadão publicou a matéria "Poli e São Francisco Dividem o Poder de São Paulo", abordando a contribuição das duas importantes Faculdades da USP para o comando da municipalidade da capital. De acordo com o texto, um em cada quatro prefeitos dos últimos 113 anos vieram de uma das duas faculdades : 10 cursaram a Politécnica; 8, a São Francisco. No entanto, segundo levantamento foram 12 os comandantes de SP foram formados pelas Arcadas.

Veja aqui a íntegra do levantamento e confira abaixo a matéria do Estadão.

________

Poli e São Francisco dividem o poder de SP

10 prefeitos foram da Politécnica e 8, da Faculdade de Direito da USP; entre eles, Kassab e Haddad

BRUNO PAES MANSO - O Estado de S.Paulo

Em 1984, Fernando Haddad ainda era um universitário com rosto de adolescente quando, aos 22 anos, assumiu a presidência do Centro Acadêmico XI de Agosto da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco. Era conhecido como Terceiro - apesar de cursar o último ano da "Sanfran", não tinha barba e alguns brincavam que estava no 3.º colegial.

No mesmo ano, Gilberto Kassab, aos 24, liderava o centro acadêmico da Politécnica. Sua chapa se chamava Tempos Modernos. A de Haddad tinha um nome mais dialético: The Pravda, mistura de cultura americana e soviética.

No XI de Agosto, Haddad estava a poucos metros da Sé, onde ocorriam os lotados comícios das Diretas. Kassab ficava na Cidade Universitária. Ele e seus colegas certinhos, de cabelos curtos, haviam conseguido importantes vitórias políticas contra os trotskistas cabeludos da Liberdade e Luta (Libelu).

Apesar das diferenças, na Sanfran e na Poli eles seguiam dois cursos que se consolidariam como os principais formadores de prefeitos de São Paulo. Um em cada quatro dos últimos 113 anos vieram de uma das duas faculdades: 10 cursaram a Politécnica; 8, a São Francisco. Três administraram a cidade duas vezes em períodos distintos. No regime militar, por exemplo, o engenheiro Paulo Maluf foi indicado entre 1969 e 1971. E foi eleito entre 1993 e 1996. "A administração Maluf foi quase um clichê do que se espera de um engenheiro. Ele governava pensando nas obras, fazia túneis, pontes e avenidas", diz o professor Marco Antonio Carvalho Teixeira, da Fundação Getúlio Vargas.

Teixeira afirma, contudo, que não se deve enquadrar em uma mesma categoria as diferentes administrações de politécnicos. E cita as gestões de Mario Covas (1983 - 1985), bastante voltada à discussão de direitos humanos e sociais, e a do próprio Kassab, vinculada à regulamentação e à fiscalização - o criador da Lei Cidade Limpa também proibiu camelôs no centro, tentou diminuir o barulho à noite e regulamentou lotações. "Pode-se dizer que a gestão Kassab se parece com a de um advogado."

Estadistas. A São Francisco foi fundada em 1827 para formar a elite nacional. Deu certo: 14 presidentes brasileiros se formaram ali. Dois deles também foram prefeitos. Na República Velha, Washington Luís administrou a cidade em 1914, voltou em1917 e virou presidente em 1926. O outro foi Jânio Quadros, prefeito em 1953, governador em 1955 e presidente em 1961. Renunciou em agosto do mesmo ano e voltou à política em 1986, novamente como prefeito.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 14/12/2012 08:41