terça-feira, 27 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Vaga

Quatro candidatos disputam internamente chefia do MPF

Ela Wiecko, Deborah Duprat, Sandra Cureau e Rodrigo Janot concorrem para constar na lista tríplice.

sábado, 16 de março de 2013

Terminou nesta sexta-feira, 15, o prazo para registro de integrantes do MPF interessados em concorrer ao cargo de procurador-Geral da República, que ficará vago em julho. Quatro procuradores se apresentaram à Associação Nacional dos Procuradores da República, responsável por organizar o processo seletivo.

O cargo de líder da Procuradoria-Geral da República é de livre nomeação da presidência da República.

As campanhas vão até o dia 12/4, com previsão de debates em Brasília (2/4) e em SP (10/4). A votação para escolha da lista tríplice será em 17/4.

Candidatos

  • Ela Wiecko Volkmer de Castilho

Última a apresentar sua candidatura, a paranaense Ela Wiecko tem 64 anos e está no MPF desde 1975. Foi promovida a subprocuradora em 1992 e tem forte atuação na área de direitos humanos. Ela integrou a última lista tríplice, de 2011, mas foi vencida pelo atual procurador-geral, Roberto Gurgel, que foi reconduzido ao cargo para novo período de dois anos. Bacharel em Direito pela UFRS, é mestre em Direito Público pela UFPR e doutora em Direito pela UFSC.

  • Deborah Macedo Duprat de Britto Pereira

Deborah Duprat tem 53 anos e atua no MPF desde 1987. Chegou ao cargo de subprocuradora em 2003. É vice-procuradora-geral desde 2009, substituindo Gurgel nas sessões do STF. É conhecida por seu trabalho na área de direito indígena. Natural do Rio de Janeiro, cursou Direito na UnB, bem como o mestrado em Direito e Estado.

  • Sandra Verônica Cureau

Natural de Porto Alegre/RS, Sandra Cureau tem 66 anos, 37 dos quais a serviço do MPF. Tornou-se subprocuradora-geral da República em 1997. É vice-procuradora-geral eleitoral desde 2009, com atuação constante no TSE. Bacharel em Direito pela UFRS (1970).

  • Rodrigo Janot Monteiro de Barros

Rodrigo Janot, 56 anos, é mineiro e ingressou no MPF em 1984, chegando ao cargo de subprocurador em 2003. Foi presidente da ANPR entre 1995 e 1997, cargo ocupado por Roberto Gurgel entre 1987 e 1989. Assim como Ela Wiecko, integrou a última lista tríplice de 2011.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 16/3/2013 10:06